Desfralde: saiba se seu filho já está pronto e conheça dicas para facilitar esse processo

A maternidade proporciona muitos desafios, mas para tudo existe uma solução. Então, encare com tranquilidade cada mudança de fase pelas quais seu filho passar

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Sem dúvidas a maternidade proporciona muitos desafios e o desfralde é um deles;
  • Sinais de que seu filho está crescendo se dão, principalmente quando você percebe os primeiros passos ou uma personalidade mais forte;
  • Isso costuma acontecer a partir dos dois anos do bebê e é nesse momento que o desfralde começa.

Sem dúvidas a maternidade proporciona muitos desafios e o desfralde é um deles. Isso acontece quando o pequeno bebê de fraldas começa a se tornar uma criança “independente”. Sinais de que ele está crescendo se dão, principalmente quando você percebe os primeiros passos ou uma personalidade mais forte – o que costuma acontecer a partir dos dois anos do bebê e é nesse momento que o desfralde começa.

Mas calma! Se você não sabe por onde começar, a gente te ajuda! Primeiro, você deve saber se seu filho já está pronto para o desfralde. Consultamos especialistas e separamos algumas instruções essenciais para iniciar o processo.

Como saber se o bebê já está pronto para o desfralde?  

Saiba quando seu filho vai estar pronto para o desfralde (Foto: Freepick)

De acordo com o pediatra Jorge Huberman, o primeiro passo é observar se seu bebê já consegue controlar os esfíncteres – estruturas do corpo responsáveis por controlar a eliminação de xixi e cocô. Um dos sinais de que seu filho adquiriu este controle é perceber  sua capacidade de subir cinco ou mais degraus de uma escada sem se apoiar em nada.

Outro aspecto importante, é observar as fraldas. Se elas ficarem um tempo limpas é um bom sinal. Um momento oportuno para começar a mostrar o banheiro para o bebê é quando o pequeno demonstrar incômodo com a fralda suja.

A imitação é uma grande aliada no ensino-aprendizagem de uma forma geral. Sempre ouvimos como as crianças aprendem mais pelo exemplo do que pelas palavras. No desfralde não é diferente. Para os pediatras, é  importante que o pequeno já saiba nomear as partes do corpo e entender por exemplo, o que é xixi e cocô. Assim, o aprendizado pode ser acelerado. Outra dica é deixar a criança observar e aprender com isso. Os pediatras indicam que, se possível, os pais ensinem os meninos, e as mães as meninas a conduta de usar o banheiro. Como se limpar, como lavar as mãos, enfim, dar exemplos práticos.

E por fim, use e abuse do lúdico para que a criança absorva que este é um momento natural de mudança. Os livros infantis também podem ser ótimos recursos. Ensine ela a se despedir das fezes, cole adesivos no vaso sanitário ou deixe o pequeno levar um ursinho de pelúcia para o momento. Porque vamos combinar, se as coisas acontecerem com bom humor e leveza, é muito melhor.

Como iniciar um desfralde?

Saiba quando iniciar um desfralde (Foto: Freepick)

Após perceber que está na hora de iniciar o processo de desfralde do seu pequeno, você também deve se preparar psicologicamente para auxiliar a criança nesse momento – que é delicado e importante para a família como um todo e por isso exige muita serenidade e tranquilidade.

Para começar o processo de desfralde, tenha em mente que uma rotina estável é essencial, uma vez que a criança terá que relacionar e associar as idas ao banheiro à sua nova rotina – algo com o qual ela não se preocupava. Uma boa opção é aproveitar as férias para iniciar o processo. Assim, você terá mais tempo para lidar com o inevitável xixi e cocô pela casa, com as roupas molhadas e para dar toda a atenção que a situação requer.

Os pequenos irão sujar muito mais peças de roupas no desfralde. Portanto, prepare peças extras e fáceis de colocar e tirar – inclusive meias e sapatos, sim, eles também se sujam. No calor, as peças são mais leves e é possível até deixar as crianças andarem sem roupa pela casa por algum tempo.

Mesmo após o início do desfralde, os pequenos dão sinais de que ainda não estão prontos. Nesses casos, não faça disso algo negativo. Sem alardes, espere alguns meses e inicie o processo novamente.

O desfralde pode ser extremamente desafiador para a criança e para os pais. O mais importante é passar tranquilidade para a criança. Como afirma a Sociedade Brasileira de Pediatria, esse processo é uma responsabilidade da família, um marco para a criança e um momento íntimo também. A escola é sempre uma aliada na educação dos filhos e, por isso, no momento do desfralde, a comunicação entre vocês precisa estar afinada.

-Publicidade-

Cada pequeno é único. Os  marcos no desenvolvimento variam de criança para criança. E por isso, não compare e não crie expectativas baseadas em experiências anteriores, em caso de irmãos, por exemplo.

Como em todos os outros aspectos, converse muito com seu filho, explique que agora ele está ficando grande e mostre quantas vantagens terá em deixar as fraldas. Deixe claro que, dando adeus às fraldas vocês estarão abrindo as portas para uma nova etapa, cheia de novas descobertas.

Qual a melhor idade para o desfralde?

Descubra a melhor idade para iniciar o desfralde (Foto: Freepick)

É importante acompanhar o desenvolvimento do seu filho e perceber a maturidade dele antes de iniciar de fato este processo. Mas, fisiologicamente, entre dois e quatro anos, as crianças normalmente estão preparadas. Entretanto, de acordo com o especialista, é possível começar a pensar no desfralde a partir dos 18 meses, dependendo dos sinais dados pelas crianças. Mas, lembre-se! Mais do que focar na idade, vale lembrar que o momento ideal é quando o bebê se mostrar preparado – e isso pode variar muito de criança para criança.

Quanto tempo dura o desfralde?

Alguns bebês desfraldam mais rápido e outros têm o desenvolvimento mais lento; essa variação de tempo é normal. Entretanto, estipula-se que o desfralde diurno pode durar de um a dois meses. Já o desfralde noturno, geralmente demora mais tempo – na maioria dos casos de seis meses a um ano.

O processo de dia é mais fácil e rápido. Isso porque, para o processo noturno é necessário educar as crianças a se levantarem de noite para usar a privada ou penico – e até que aprendam é importante muita calma e paciência. “Só tire a fralda à noite quando seu filho passar a acordar quase sempre com a fralda seca e quando o desfralde diurno já estiver bem adiantado”, explica Huberman .

Ou seja, o ideal é começar com o desfralde diurno. Outra dica, é organizar-se para fazer isso no verão – estação do ano mais prática para banhos e lavagens de roupas.

Não brigue com o pequeno! 

Não brigue com o seu filho (Foto: Freepick)

Provavelmente a criança vai fazer as necessidades nas roupas. Os escapes são comuns até cinco ou seis anos de idade. É preciso encará-los com naturalidade, ou seja, não brigue com o seu filho quando isso acontecer. O que você pode fazer é investir em superfícies impermeáveis e roupas extras – assim sua vida fica mais prática. Não se esqueça de parabenizar o pequeno por cada conquista, assim ele ficará mais confiante.

Além disso, evite forçar seu filho a passar horas sentado no penico. Essa obrigação pode provocar outros problemas, como a prisão de ventre e questões psicológicas. Então acalme-se, aproveite-se do lúdico, e as coisas vão acontecendo aos poucos. O apoio e exemplo dos pais é fundamental nessa fase de transição. Nesse momento é importante passar uma orientação de forma lenta e gradual através de gestos repetidos e exemplos. A criança precisa entender o que está acontecendo com o corpo dela e encarar com naturalidade o fato de que ir ao banheiro é tão importante quanto normal.

Especialista: Jorge Huberman é pediatra e neonatologista e atende aos seus pacientes em seu consultório no Instituto Saúde Plena, em Moema, SP.