Volta às aulas: Holanda flexibiliza as regras e alunos ganham cabines individuais

O intuito é deixar as crianças mais “tranquilas”, mas as normas básicas de higiene não mudaram

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • As aulas na Holanda voltaram. Assim como em outros países do mundo;
  • As escolas instalaram divisórias transparentes entre as mesas das crianças – são como cabines individuais;
  • O intuito é deixar as crianças mais “tranquilas”.

Escolas aplicam divisórias entre as mesas (Foto: Reprodução/ Youtube)

As  aulas na Holanda voltaram. Assim como em outros países do mundo. Mas, com a proposta de que os alunos devem se sentir bem e livres, as escolas instalaram divisórias transparentes entre as mesas das crianças – são como cabines individuais. 

Há seis meses, mal sabíamos do que se tratava o coronavírus. Hoje, as crianças já brincam de desenhar as moléculas da doença. Alguns dos pequenos até já sabem explicar o que é o Covid-19. “Pequenos insetos bacterianos que deixam você doente. Isso é coronavírus”, disse o aluno de uma escola primária holandesa em entrevista à BBC.

As regras mudaram na escola primária de Springboard. Agora, ao entrar no prédio é necessário higienizar as mãos com álcool em gel, manter uma distância do colega e dos professores e praticar um rodízio estipulado pela coordenação da instituição de ensino. 

No entanto, com o intuito de deixar as crianças mais “tranquilas”,  divisórias transparentes entre as mesas das crianças foram instaladas para reduzir a propagação de germes. Com relação aos outros países europeus, a Holanda adotou medidas mais leves. 

-Publicidade-

Para a professora Miss Daysy, a iniciativa é diferente, mas importante: “Eu acho que é muito importante para as crianças que tudo seja o mais normal possível. Temos coisas novas, novas regras nas escolas, mas o mais importante é que elas sejam felizes, tenham conforto e possam ser crianças”.

Mais de 99 professores foram internados com Covid-19 no país. O governo ainda monitora as taxas de infecção.  Enquanto isso, as crianças entrevistadas pela BBC se mostraram felizes com a volta às aulas. Agora, nesta nova etapa, os alunos tentam encontrar uma forma de viver e se adequar à pandemia.