Vídeo: Hacker invade câmera de segurança do quarto de uma menina

“Eles poderiam ter assistido minhas filhas dormindo ou se trocando”, desabafa a mãe

Categorias

Compartilhe

Durante a Black Friday do ano de 2019, Ashley Lemay e o marido decidiram comprar uma câmera de segurança para instalar no quarto das três filhas. Dessa forma, Ashley, que é enfermeira e trabalha no turno da noite, poderia conversar com suas filhas. Porém, o que era para servir apenas de segurança se tornou em uma situação assustadora para os pais.

A filha Alyssa, de apenas oito anos, estava em seu quarto brincando quando ouviu a voz de um desconhecido. Após a menina perguntar quem estava falando, a resposta torna o momento ainda mais assustador. “Eu sou o seu melhor amigo. Eu sou o Papai Noel”, respondeu a voz. Desesperada, Alyssa, começou a chamar sua mãe. O pai, então, correu para o cômodo da menina e acabou com toda a situação.

Em entrevista ao jornal americano WMC, Ashley conta que assistiu ao vídeo e seu coração quase parou. “Eles poderiam ter assistido minhas filhas dormindo ou se trocando. Quer dizer, eles poderiam ter visto qualquer coisa. Honestamente, eu sinto que é alguém que nos conhece e está por perto”, desabafa a mãe.

Após o ocorrido, os pais das meninas tomaram outras precauções de segurança. Modificaram a configuração do Wi-Fi a fim de que não fique mais visível para os outros. A câmera, fabricada pela empresa Ring, será devolvida.

A empresa respondeu que “devido ao fato de os clientes geralmente usarem o mesmo nome de usuário e senha para suas várias contas e assinaturas, os hackers geralmente reutilizam credenciais roubadas ou vazadas de um serviço em outros serviços”, acrescentando que, como precaução, eles incentivam os usuários a habilitarem a autenticação de dois fatores em sua conta: adicionar usuários compartilhados e possuir senhas fortes, alterando-as regularmente.