Recém-nascido é encontrado em lixeira de hospital

Adolescente de 15 anos teria entrado em trabalho de parto no banheiro do local

Categorias

Compartilhe

Nesta quarta-feira (1), um recém-nascido foi encontrado na lixeira de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul. De acordo com a Delegacia de Criança e Adolescente da cidade, que está conduzindo as investigações, uma jovem de 15 anos procurou atendimento no hospital por volta das 6h, relatando fortes dores abdominais e sangramento. Ela estava acompanhada da mãe e negou à equipe médica que estivesse grávida.

Antes de passar pela avaliação médica, a jovem foi ao banheiro do hospital. Quem encontrou o bebê na lixeira do local foi uma das enfermeiras de plantão, que ficou intrigada ao ver sangue no chão na saída do banheiro. O recém-nascido já estava sem vida.

De acordo com Adam Lauxen, delegado plantonista que registrou o caso, o bebê foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) da região. A jovem de 15 anos, mãe da criança, ainda não foi ouvida sobre o caso.

 

Bebê no lixo

Na cidade de Kalamata, Grécia, outro recém-nascido foi encontrado no lixo. Segundo a Agence France-Presse, o bebê poderia ter sido comprido pelos caminhões de lixo, mas, felizmente, as viagens diárias dos coletores estão atrasadas.

Em entrevista para a televisão fechada, Alpha TV, o prefeito da cidade, Thanasis Vasilopulos, disse que o menino teve sorte em seu “infortúnio”. “O caminhão de recolher o lixo se atrasou. Os caminhões de lixo não apenas coletam o lixo, mas também o comprimem”, explicou.

De acordo com informações obtidas pela Alpha TV, o bebê foi abandonado em um depósito de lixo localizado no centro da cidade. Pouco tempo depois, ele foi encontrado por uma mulher que ouviu seu choro enquanto alimentava gatos de rua. A equipe médica disse que o menino foi levado para o hospital com dificuldades respiratórias, mas acreditam que ele terá uma recuperação completa.