Recém-nascido é encontrado em lata de lixo de hospital

A suspeita do crime é uma paciente do local; A Polícia Civil de Minas Gerais abriu um inquérito e investiga o caso

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • No final da última semana, um bebê prematuro foi encontrado na lixeira do Hospital Dr. Pacífico Mascarenhas em Caetanópolis, Minas Gerais;
  • A suspeita do crime é uma paciente do local;
  • A Polícia Civil de Minas Gerais abriu um inquérito e investiga o caso.

No final da última semana, um bebê prematuro foi encontrado na lixeira do Hospital Dr. Pacífico Mascarenhas em Caetanópolis, Minas Gerais. A suspeita do crime é uma paciente do local. A Polícia Civil de Minas Gerais abriu um inquérito e investiga o caso.

De acordo com os investigadores, a suspeita é que uma mulher de 37 anos, que esteve no hospital com dores abdominais tenha abandonado a criança. Isso porque, momentos antes de ser atendida, ela passou um tempo no mesmo banheiro em que uma funcionária responsável pela limpeza do local encontrou a criança.

Uma médica ainda examinou o bebê do sexo masculino que nasceu com cerca de seis meses e três semanas, mas a criança já estava sem vida. Em primeiro depoimento, a suspeita negou a gravidez e ainda disse que o marido era vasectomizado.

-Publicidade-
Bebê encontrado no lixo (Foto: Freepick)

Entretanto, de acordo com O Estado de Minas,  em um segundo depoimento, desta vez à polícia, a mulher alegou que foi ao banheiro sentindo dores na barriga e notou que algo havia saído de dentro de seu ventre, mas não quis olhar. Apenas descartou o “corpo estranho”.

Além disso, a mulher apresentava um quadro de hemorragia e foi internada em um hospital de Sete Lagoas. Ainda no centro médico, ela foi submetida a um exame de gravidez e o teste deu positivo. A polícia ainda apura as circunstâncias.