Perigo nas alturas: refugiada afegã tem complicações no parto dentro de avião do exército americano

Foi preciso uma equipe médica para realizar o parto e salvar a vida da mulher

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • No último final de semana, uma afegã deu à luz uma menina dentro de um avião do exército americano;
  • A mulher teria sentido dores durante o voo que levava refugiados;
  • Foi preciso uma equipe médica para realizar o parto e salvar a vida da mulher.

No último final de semana, uma afegã deu à luz uma menina dentro de um avião do exército americano. A mulher teria sentido dores durante o voo que levava refugiados. Foi preciso uma equipe médica para realizar o parto e salvar a vida da mulher.

Na chegada a Ramstein, uma equipe médica dos Estados Unidos subiu a bordo e realizou o parto do bebê no compartimento de carga da aeronave. Para ajudar a estabilizar o quadro da gestante, o comandante decidiu descer de altitude para aumentar a pressão do ar na aeronave.

Afegã entra em trabalho de parto avião (Foto: Reprodução/ Twitter)

“A menina e a mãe foram transportadas para um centro médico próximo e estão em boas condições”, relataram os militares. Cenas caóticas vêm sendo registradas no aeroporto internacional de Cabul, capital do Afeganistão, nos últimos dias por conta do domínio do regime talibã no país.

Recentemente, a polícia do Reino Unido informou que uma criança de 5 anos morreu ao cair da janela de um hotel na Inglaterra dias após chegar ao país como refugiada do Afeganistão. O local estava destinado especialmente para receber os afegãos.

De acordo com a BBC, o menino caiu do nono andar do hotel. O jornal “The Sun” afirmou em reportagem que a mãe teria dito a um intérprete que a criança olhava pela janela antes do acidente. Entretanto, a polícia local afirmou que ainda investiga as causas da queda.