Pais são presos acusados de tortura após bebê aparecer com fraturas na costela

A mãe da criança levou a menina ao hospital com ferimentos de uma suposta queda – mas a equipe desconfiou

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • No último final de semana, um casal foi preso após torturar um bebê de seis meses;
  • A mãe da criança levou a menina ao hospital com ferimentos de uma suposta queda;
  • No entanto, no local, a equipe médica desconfiou e acionou a polícia, que fez o flagrante.

No último final de semana, um casal foi preso após torturar um bebê de seis meses. A mãe da criança levou a menina ao hospital com ferimentos de uma suposta queda – no entanto, no local, a equipe médica desconfiou e acionou a polícia, que fez o flagrante.

O caso aconteceu em Praia Grande, litoral de São Paulo. Segundo o Conselho Tutelar, eles chegaram ao local e perceberam que a família agia de forma estranha. Além disso, os médicos garantiram que as lesões não foram causadas por uma queda.

Bebê é torturado pelos pais (Foto: Freepick)

Foram seis fraturas na costela e uma na clavícula. Com isso, o órgão de proteção prestou queixa contra os pais. A mãe chegou a contar outra história. Os médicos disseram ainda que, além das lesões recentes, haviam outras fraturas com datados com cerca de um mês.

De acordo com a polícia, o casal só teria levado a criança ao centro médico porque foram pressionados por outros familiares. Os suspeitos foram presos em flagrante por terem sido localizados logo após submeterem a vítima a um intenso sofrimento físico.

De acordo com a polícia, a bebê segue internada e está recebendo atendimento médico. Quando a criança receber alta, o Ministério Público deve definir sua guarda ou adoção – mas, a princípio, o futuro da vítima é incerto. A defesa do casal não se manifestou.