Pai permite que amigo abuse sexualmente da filha e criança engravida aos 12 anos

Os dois homens que cumpriam pena no Presídio Regional de Linhares receberam o benefício conhecido como “saidinha”

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Dois homens que cumpriam pena no Presídio Regional de Linhares receberam o benefício conhecido como “saidinha”, devido ao feriado da Independência do Brasil;
  • Os criminosos decidiram não voltar para o confinamento, e nesse período um deles, que é pai de uma criança de 12 anos, foi visitar a filha.
  • O que ninguém esperava é que a criança fosse ser abusada sexualmente.

Dois homens que cumpriam pena no Presídio Regional de Linhares receberam o benefício conhecido como “saidinha”, devido ao feriado da Independência do Brasil. Os criminosos decidiram não voltar para o confinamento, e nesse período um deles, que é pai de uma criança de 12 anos, foi visitar a filha.

No entanto, o crime aconteceu quando o pai permitiu que o companheiro de cárcere abusasse sexualmente da filha. Foi a mãe que denunciou o crime, porque, quando recebeu a filha em casa, depois de algumas semanas notou um comportamento estranho da menina.

Menina sofre abuso sexual e engravida (Foto: Freepick)

A mulher procurou saber o que havia acontecido e ficou sabendo dos abusos que a garota tinha sofrido. Com isso, a mãe procurou atendimento médico o que não só confirmou o crime como apontou que a criança estava grávida.

As investigações duraram mais de um mês. A Justiça autorizou a interrupção da menina e os homens foram localizados e acusados do crime. Em depoimento a polícia, o “amigo” do pai da criança confessou o crime, no entanto, o inquérito foi concluído e os dois homens foram indiciados pela prática de estupro de vulnerável.