Padrasto usa violão para chantagear e estuprar enteada de 11 anos

O caso foi descoberto após relatos da própria vítima. A polícia investiga

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Familiares de uma criança de 11 anos registraram queixa contra o padrasto da menina sob a denúncia de que o homem abusava sexualmente da criança havia pelo menos cinco anos;
  • O caso foi descoberto após relatos da própria vítima;
  • A polícia investiga.

Na última quarta-feira (13), familiares de uma criança de 11 anos registraram queixa contra o padrasto da menina sob a denúncia de que o homem abusava sexualmente da criança havia pelo menos cinco anos. O caso foi descoberto após relatos da própria vítima.

A menina morava com uma tia quando revelou que o homem usava um violão para cometer o crime. “Ele deu o violão pra ela, só que ficava mais com ele e ele fazia chantagem com ela”, contou a mulher a um jornal local. A criança só podia usar o instrumento após os abusos.

Menina sofre abusos do padrasto (Foto: Freepick)

Familiares ainda relataram que pessoas em volta da vítima começaram a perceber mudanças em seu comportamento há pelo menos dois anos. A menina deu indícios de que não queria mais viver com a mãe e o padrasto e logo depois, passou a viver com a tia.

O avô da criança contou que quando os abusos começaram, a mãe sentiu algo estranho e ao questionar a filha soube que o homem teria “passado a mão pelo corpo dela”. Mas ao colocar o suspeito frente a filha, o homem negou e a mulher não acreditou na menina.

Após o registro do boletim de ocorrência, exames comprovaram os crimes. Outras duas crianças, de 6 e 3 anos, filhas do suspeito, foram ouvidas pela polícia. A intenção é saber se as meninas também foram vítimas do pai. A mãe da criança estava separada do homem quando a garota relatou o que sofreu.