Neto tatua a avó de 75 anos pela primeira vez e diz: “É uma quebra de tabu gigantesca”

Jeferson Chevalier Neves, mais conhecido como Taguinho, é tatuador profissional há 10 anos

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Jeferson Chevalier Neves, mais conhecido como Taguinho, é tatuador há 10 anos;
  • Mas foi na última semana que um pedido surpreendeu a família e o profissional;
  • A Dona Cleudazir, de 75 anos e avó do rapaz, quis fazer uma tatuagem pela primeira vez.

Jeferson Chevalier Neves, mais conhecido como Taguinho, é tatuador há 10 anos. Mas foi na última semana que um pedido surpreendeu a família e o profissional. A Dona Cleudazir, de 75 anos e avó do rapaz, quis fazer uma tatuagem pela primeira vez.

Religiosa, a idosa pediu para tatuar Nossa Senhora Aparecida. Taguinho contou em entrevista ao G1 que se surpreendeu com a ideia – porque mesmo que a avó apoiasse a sua profissão e estilo de vida, ele não achou que ela desejaria tatuar um dia.

Neto tatua avó (Foto: reprodução/ Facebook)

“É uma quebra de tabu gigantesca, porque já se passaram 75 anos da vida. Pessoas dessa idade têm muita coisa implantada na cabeça. E ela se abriu para isso, foi surpreendente, magnífico e gratificante pra mim como artista e como neto. Fora que isso serve como exemplo para ampliar a visão das pessoas também”, comentou Taguinho.

-Publicidade-

O tatuador tem atualmente dois estúdios na cidade de São Tomé das Letras, mas já teve outros estúdios em várias partes do Brasil e vive viajando – mas ainda sim, busca se manter próximo da avó. Com relação a experiência, a senhora disse que adorou.

Neto tatua avó (Foto: reprodução/ Facebook)

“Não doeu. Eu decidi fazer a minha primeira tatuagem porque eu sempre quis fazer uma homenagem a Nossa Senhora da Aparecida, meu neto me incentivou, foi gentil comigo. Eu gostei muito dela, ele tem uma mão santa, porque cicatrizou muito bem, e já está perfeita. Agora quero estar forte para fazer mais, se Deus quiser.”