Menina vence câncer e vai passar Natal em casa

Chloe Cress vai comemorar as festas de fim de ano ao lado de sua família

Categorias

Compartilhe

Chloe Cress, de 14 anos, do Tennessee, Estados Unidos, lutou contra o câncer, que entrou em remissão, e vai poder passar o Natal em casa com sua família. Chloe tinha apenas 12 anos quando foi diagnosticada com uma tipo raro de câncer. Os médicos descobriram um tumor em estágio 4 perto de seu coração. O estado era mais grave, pois já estava avançado, tinha espalhado para outras partes do corpo, incluindo o esôfago e algumas vértebras.

A família, muito abalada, não desconfiava que as dores nas costas e as febres que a filha se queixava fosse sintomas de um tumor. “Você só consegue pensar: ‘vou perder minha filha’. É realmente algo sem esperanças, porque não existe nada que você possa fazer”, revelou Shawn Cress, pai de Chloe, em entrevista à CNN. A menina foi encaminhada para um hospital de pesquisa infantil, em Memphis, cerca de 800 km de onde eles moravam. Toda a família se mudou que a garota conseguisse um tratamento adequado para a doença.

Chloe e seu pai (Foto: Arquivo Pessoal/ Shawn Cress)

“Eu me preocupava com o que estava acontecendo com toda a minha família por minha causa. Eu quero dizer problemas financeiros e coisas desse tipo. Sem poder ficar em nossa casa, com nossos cachorros e fazer as coisas que amo”, desabafou Chloe. No ano passado, Chloe teve autorização médica para pode passar o Natal em casa, mas no dia seguinte, a garota teve que retornar ao hospital.

Após quase dois anos lutando contra a doença, o câncer entrou em remissão e Chloe terá alta. No último sábado (21), a família deixou o centro hospitalar e, dessa vez, não precisarão voltar tão cedo. A menina não pode retornar imediatamente à escola e provavelmente ficará de cama por um tempo. Apesar disso, ela não se importa, pois disse que vai poder passar um tempo com seus cães – e talvez adotar outro.

Chloe e cachorro (Foto: Arquivo Pessoal/ Shawn Cress)

Ao saber da novidade, alguns amigos da família organizaram uma “vaquinha virtual” para garantir que a família tenha um Natal muito especial. A campanha já arrecadou mais de 1800 dólares, cerca de 7.380 reais. Mesmo recebendo alta, Chloe vai precisar fazer acompanhamento, ela irá passar por consultas a cada três meses. Ainda assim, diz que se sente muito aliviada por finalmente estar em casa.