Menina fica com dano cerebral permanente após ser atingida por bola de beisebol

“Ela está tomando medicamentos e será, talvez, pelo resto de sua vida. Isso pode ou não ser resolvido”, explicou o advogado da família da garota

Categorias

Compartilhe

Uma menina, de apenas dois anos, foi diagnosticada com danos cerebrais permanentes, após Albert Almora Jr, jogador do Chicago Cubs atingi-lá com uma bola de beisebol na cabeça, acidentalmente, durante o jogo. O acidente, que causou uma fratura no crânio da pequena, ocorreu no estádio Minute Maid Park, Houston (EUA), no dia 29 de maio de 2019.

De acordo com informações obtidas pelo jornal The Sun, Richard Mithoff, advogado da família, disse que a lesão causada em uma parte do cérebro da vítima é permanente e que ela continua sujeita a convulsões. “Ela está tomando medicamentos e será, talvez, pelo resto de sua vida. Isso pode ou não ser resolvido”, explicou Richard.

Albert Almora Jr. após o acidente (Foto: Reprodução The Sun)

Em junho de 2019, o advogado contou que a fratura ocorreu na parte de trás da cabeça, o que provocou um sangramento subdural, contusões cerebrais e um edema cerebral que está inchando. A equipe médica descreveu a lesão no sistema nervoso central da menina como algo comparável a um derrame. Além disso, as áreas afetadas incluem aquelas, nas quais lesionadas podem causar perda de sensação e consciência espacial. Até agora, não é possível afirmar se a lesão causou déficits cognitivos na menina.

“É capaz dela continuar com grande parte de sua rotina como uma garota de sua idade, mas seus pais precisam ser particularmente vigilantes, como são”, explicou Richard sobre a situação atual da garota. E continuou: “Ela tem pais incríveis e está recebendo cuidados maravilhosos. Eles obviamente estão preocupados, mas ela é abençoada com uma família que está relativamente bem, considerando tudo o que aconteceu”.

-Publicidade-

O jogador disse estar se sentindo muito culpado com toda a situação, e contou aos repórteres que assim que acertou a bola, a primeira coisa que fez foi fixar os olhos na menina. “Se Deus quiser, poderei ter um relacionamento com essa garotinha pelo resto da minha vida, mas apenas em orações agora. Estou sem palavras”, disse Almora com a voz trêmula. 

Almora tem dois filhos com a sua esposa, Krystal, e disse que o fato de ser pai o faz querer colocar uma rede em todo o estádio. Segundo o jornal, não houve uma ação judicial contra o Houston Astros,  equipe da Major League Baseball (MBL) sediada em Houston, Texas. A liga de Beisebol anunciou que todas as 30 equipes iriam estender as redes dos estádios no ano de 2020.

-Publicidade-
-Publicidade-