Menina de cinco anos viraliza após prender cabeça em panela de pressão

Sim, era para ser uma história quase trágica, mas a criança não ficou ferida e levou o acidente na brincadeira

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Recentemente as imagens de uma menina de cinco anos que ficou com a cabeça presa em uma panela de pressão viralizou nas redes sociais;
  • Sim, era para ser uma história quase trágica, mas a criança não ficou ferida e levou o acidente na brincadeira;
  • A mãe filmou tudo

Recentemente as imagens de uma menina de cinco anos que ficou com a cabeça presa em uma panela de pressão viralizou nas redes sociais. Sim, era para ser uma história quase trágica, mas a criança não ficou ferida e levou o acidente na brincadeira.

Joelma Lima é mãe de Anna Luiza, e em entrevista ao G1 a mulher explicou que a criança estava sob os cuidados da avó brincando na cozinha. Bastou um descuido e o acidente aconteceu. “Quando cheguei lá, a avó e a madrinha da Anna estavam puxando a cabeça dela, enquanto a minha filha estava nervosa e chorando”, contou.

A mãe contou que foi uma verdadeira saga para retirar a panela da cabeça da filha e para que ela não ficasse nervosa, começou a filmar tudo. “Trouxe ela para casa, daqui eu liguei para o 192 e me mandaram ir para a UPA do Promorar. Peguei outra corrida, desta vez, a Anna estava menos estressada e eu gravei o vídeo dela falando como tudo aconteceu”, disse a mãe.

Nas imagens, Anna Luiza contou que estava brincando de cozinheira: “Gente, eu enganchei essa panela na minha cabeça e agora vou ter que ir ao Bombeiro para tirar ela. Eu coloquei, mas depois a panela enganchou na minha cabeça. Eu queria brincar de cozinheira”, contou a criança.

-Publicidade-

De acordo com a mãe, a equipe médica da UPA recomendou que a criança fosse socorrida pelos bombeiros, que teriam mais técnicas e equipamentos para retirar a panela da cabeça da criança. E foi lá, que em menos de um minuto, a menina se livrou da panela.

“Quando retirou ela ficou rindo e falou que iria colocar de novo. A Anna não teve ferimentos, mas passou uns três dias com a testa doendo. Os bombeiros nos trataram muito bem e tiraram fotos com ela, que ficou muito feliz com o socorro”, contou a mãe.