Menina de 11 anos gasta mais de R$30 mil em jogo online sem o pai saber

O homem contou que por causa da quarentena, a menina começou a brincar em jogos na internet

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Celular, internet e cartões de crédito, podem ser um grande perigo na mão das crianças;
  • Para um pai 72 anos, essa combinação lhe gerou um prejuízo de R$ 30 mil reais;
  • O homem tem uma filha de onze anos, e por causa da quarentena, a menina começou a brincar em jogos online.

Menina gasta 30 mi reais jogando online (Foto: rupixen.com/Unsplash)

Celular, internet e cartões de crédito, podem ser um grande perigo na mão das crianças. Para Steve Cumming, um pai 72 anos, essa combinação lhe gerou um prejuízo de R$ 30 mil reais. O homem tem uma filha de onze anos, e por causa da quarentena, a menina começou a brincar em jogos online.

Normalmente, os aplicativos são gratuitos, mas acabam induzindo as crianças a realizarem compras para desbloquear uma fase, objeto ou personagem. A pequena de 11 anos jogava o Roblox — um game em que os pequenos jogam com os amigos e criam seu próprio mundo virtual.

Entretanto Steve ficou chocado ao descobrir que sua filha tinha gastado 4,642 libras (mais de R$ 30 mil) no jogo.  Em entrevista à BBC, o homem contou que a menina  havia pedido 4.99 libras (R$ 33) para brincar online e ele permitiu. O homem contou que fez o pagamento com o cartão de crédito. “Depois, eu não pensei mais nisso”, disse o pai.

Acontece, que o cartão ficou vinculado ao jogo e, achando que o dinheiro era virtual, a pequena foi gastando como se não houvesse amanhã. Mas, a cobrança chegou.  “Minha filha ficou muito chateada quando contamos a ela sobre os prejuízos financeiros”, disse Steve.

Menina gasta 30 mi reais jogando online (Foto: Patricia Prudente/Unsplash)

O pai descobriu a movimentação quando percebeu que sua conta havia entrado em cheque especial. Ao apurar os gastos percebeu inúmeras cobranças da Roblox.  O homem ficou surpreso ao descobrir que tamanho valor poderia ser gasto em um jogo. No entanto, a empresa informou que irá reembolsar  o pai.

Em nota à BBC, a empresa comunicou que sempre tenta impedir esse tipo de situação. “Nós nos esforçamos para impedir compras não autorizadas, adotando medidas como não armazenar informações de cobrança e trabalhamos diretamente com os pais para fornecer reembolsos apropriados sempre que possível, como é o caso neste caso”.