Menina de 10 anos engravida após estupro e além de ser induzida a manter gestação, ganha chá de bebê

Foi a avó da garota que suspeitou da gravidez. O criminoso foi preso

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Na Argentina, um menina de 10 anos foi estuprada pelo padrasto e ainda foi induzida a prosseguir com a gestação;
  • A criança ainda participou de um chá de bebê realizado por um grupo religioso;
  • Foi a avó da garota que suspeitou da gravidez.

Na Argentina, um menina de 10 anos foi estuprada pelo padrasto e ainda foi induzida a prosseguir com a gestação. A criança ainda participou de um chá de bebê realizado por um grupo religioso. Foi a avó da garota que suspeitou da gravidez.

A barriga da criança estava crescendo quando avó suspeitou da gestação. Já com 24 semanas, a menina revelou que sofria abusos constantes por parte do padrasto. Ela e a mãe haviam mudado para a casa dele a pouco tempo.

A mãe levou a filha ao médico, onde a gravidez foi confirmada. Ainda de acordo com a mãe, a equipe médica fez uma má orientação sobre o aborto – o que assustou a menina e fez com que ela quisesse seguir com a gestação. Os médicos ainda teriam dito que manter a gravidez seria mais seguro.

O criminoso foi denunciado pela própria mãe da menina.

-Publicidade-
Criança sofre abuso e engravida (Foto: Freepick)

Chá de bebê

Ao saber do crime, o grupo religioso frequentado pela família alegou que são a favor de que o abusador pague pelos seus crimes. No entanto, eles são a favor da vida. E a forma encontrada para acolher a menina foi fazer um chá de bebê.

A festa foi realizada dias antes do parto e ganhou até uma decoração azul. Alguns familiares participaram da “comemoração”. Segundo o jornal argentino Página/12, a menina aparece nas fotos brincando e desenhando.

O bebê nasceu de uma cesariana. Mãe e filho passam bem.