Médico corta rosto de bebê durante cesariana

Ele declarou que a criança estava se mexendo muito

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Bebê tem rosto cordado durante nascimento
  • O médico afirmou que o bebê não deveria estar se mexendo tanto
  • A mãe afirmou que ficou pasma quando acordou e viu um corte profundo no rosto da filha

Um recém-nascido teve o rosto cortado durante o procedimento de uma cesárea. O caso aconteceu na cidade de Kyshtym, no sudoeste da Rússia. Como resposta ao ocorrido, o médico afirmou que o bebê não deveria estar se mexendo tanto.

Quando a mãe, Darya Kadochnikova, de 19 anos, foi levada ao hopital, ela optou pelo parto normal. Até o nascimento da criança ser realizado, ela já havia mudado de posição. Logo, o especialista disse que seria mais seguro realizar uma cesariana.

Diante muitas complicações, a anestesia epidural não funcionou. Logo, os médicos decidiram que a futura mamãe precisaria de uma anestesia intravenosa. Ela também apresentou uma febre muito alta após a cirurgia. Mesmo ingerindo antibióticos, ela ainda estava alimentando a filha.

Bebê tem rosto cortado durante seu nascimento (Foto: Reprodução/Mirror)

Quando Darya acordou, ela comentou que ficou pasma ao ver um corte tão profundo no rosto da criança. O hospital público ainda não comentou sobre o acidente.

Recém-nascidos

-Publicidade-

Em outro caso, Yessica Rodriguez, mãe da bebê AnnaMaribel, alega que a luz de uma incubadora do Hospital Universitário de Banner em Phoenix, Estados Unidos, queimou sua recém-nascida. “Foi simplesmente horrível.  Não sei como explicar. É difícil. É o meu bebê. Eles a machucaram.”, disse a mãe em entrevista ao Az Faamily.

“No final, ela tem bolhas e cicatrizes como resultado desse incidente. E elas a devolvem”, disse David Dow, advogado de Rodriguez. AnnaMaribel nasceu no dia 16 de agosto de 2019 e, segundo a mãe, foi levada pela equipe do hospital para uma sala e colocada debaixo das luzes de incubação.

Ela afirma que a menina começou a desenvolver queimaduras e irritação por causa das luzes quentes. Rodriguez contou que a equipe da Banner Helth disse a ela que não passava de uma erupção cutânea.”Depois que o bebê estava sob as luzes, ela desenvolveu uma descoloração vermelha da pele.”, registraram os médicos do Banner University Medical Center.

No dia 4 de dezembro, AnnaMaribel foi liberada, teve queimaduras nos olhos e ouvidos, que devem desencadear futuros problemas para ouvir. Segundo Rodriguez, a garota também teve queimaduras nos mamilos e tecido mamário. “Não sei como ajudá-la”, disse Rodriguez.