Mãe mata filha de nove meses após surto psicótico

A mulher também tem uma menina de nove anos, que conseguiu se livrar do ataque com a ajuda do tio

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Na tarde desta segunda-feira (29), uma mulher teve um surto psicótico e matou a própria filha;
  • A menina tinha apenas nove meses  e sofreu um corte na garganta;
  • O caso aconteceu em São Bernardo do Campo, São Paulo.

Mãe mata a própria filha (Foto: wu yi/ Unsplash)

Na tarde desta segunda-feira (29), uma mulher teve um surto psicótico e matou a própria filha, de apenas nove meses com um corte na garganta da criança. A mulher também é mãe de uma menina de nove anos, que conseguiu se livrar do ataque com a ajuda do tio. O caso aconteceu em São Bernardo do Campo, São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher estava em um apartamento de luxo com as filhas e o cunhado quando teve o surto. Jéssica Silva, de 27 anos,  matou a filha, Ivyalla Silva Chaumett, de nove meses, com um corte no pescoço. 

A mulher ainda tentou atacar a primogênita mas foi impedida pelo cunhado, que flagrou a ação. Homem e mulher ainda entraram em luta corporal, mas Jéssica acabou sendo imobilizada pelo tio da filha. Os vizinhos ouviram os gritos e acionaram a polícia

-Publicidade-

Quando os militares chegaram ao apartamento, a bebê já estava morta. Jéssica, a filha e o cunhado foram levados ao  Hospital de Urgências do município. O pai de Ivyalla  é um médico haitiano que atua no Brasil, e ele não estava no apartamento no momento do ataque.

Em depoimento, Jéssica garantiu não lembrar de nada. A mulher ainda alegou ter problemas psiquiátricos e informou que toma remédios controlados. A ocorrência foi registrada como flagrante de homicídio qualificado e a assassina deverá responder pelo crime.