Mãe e padrasto são acusados de amarrar e torturar menino de seis anos

A polícia chegou à família por meio de denúncias anônimas

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Nesta quarta-feira, 18 de agosto, mãe e padrasto foram acusados de amarrar e torturar um menino de seis anos;
  • O casal foi preso em cidades diferentes do Rio Grande do Sul;
  • A polícia chegou à família por meio de denúncias anônimas.

Nesta quarta-feira, 18 de agosto, mãe e padrasto foram acusados de amarrar e torturar um menino de seis anos. O casal foi preso em cidades diferentes do Rio Grande do Sul após a polícia descobrir o caso.

De acordo com o delegado responsável, o menino era mantido amarrado com lenços na cama e sofria agressões. “Essa criança era submetida a castigos bárbaros, tal como queimar a mão no fogo, ficar amarrada por horas a fio e por vários dias a cama, em casa, como forma de repreensão por suposto mau comportamento”, diz.

Bebê é torturado (Foto: Reprodução/ Instagram)

A mulher ainda tentou negar o crime, mas a criança foi ouvida e confirmou as agressões. A polícia também encontrou provas que confirmavam as agressões, como o lenço que era usado para amarrar o menino. A polícia chegou à família através de denúncias anônimas.

Nas conversas entre os suspeitos é possível ver a mãe dizendo que vai dar remédio para dormir para a criança e deixar ela amarrada. Em outra conversa, é possível ver ela detalhando um plano para abandonar o menino em um hospital. Ambos foram presos.