Mãe é denunciada após vender recém-nascido para alimentar outros três filhos

A criança teria sido oferecida no mercado ilegal por 250 libras, aproximadamente R$ 1,8 mil

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma mulher foi acusada de vender seu bebê recém-nascido na Rússia;
  • A criança teria sido oferecida no mercado ilegal por 250 libras, aproximadamente R$ 1,8 mil;
  • De acordo com a mãe, ela precisava do dinheiro para conseguir criar os outros três filhos.

Uma mulher foi acusada de vender seu bebê recém-nascido na Rússia. A criança teria sido oferecida no mercado ilegal por 250 libras, aproximadamente R$ 1,8 mil. De acordo com a mãe, ela precisava do dinheiro para conseguir criar os outros três filhos.

A mulher estava na quarta gestação e não escondeu a ninguém – e foi por isso que acabou descoberta. Funcionários da escola dos outros filhos da acusada desconfiaram do paradeiro do bebê e fizeram a denúncia, a fim de proteger a criança.

Presa, a faxineira disse que conheceu o casal de compradores por meio de conhecidos. A mãe usou o passaporte da compradora para entrar na maternidade. O bebê nasceu em Krasnoyarsk, na Rússia, e foi entregue pelas enfermeiras ao marido da compradora – visto que as profissionais entenderam que aquele seria o pai.

-Publicidade-
Mãe vende filho (Foto: Freepick)

“Ela admitiu honestamente que entregou o bebê em troca de dinheiro a um casal sem filhos que ela conheceu há algum tempo”, disse Daria Gribkova, porta-voz da polícia ao The Sun. Chachena é mãe de três crianças em idade escolar e  afirmou em depoimento ter usado o dinheiro para comprar roupas e doces para os pequenos.

Se condenados, tanto a mãe, quanto os compradores podem pegar até 15 anos de prisão.