Mãe descobre gravidez de quadrigêmeas mesmo tomando anticoncepcional

A mulher, de 38 anos, já tinha três filhos e não pretendia engravidar. Após a surpresa, a família fez homenagem

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Em Manaus,  na Maternidade Balbina Mestrinho, uma mãe dava à luz a quadrigêmeas;
  • A mulher  tomava anticoncepcional e havia decidido não engravidar mais;
  • Foi uma surpresa atrás da outra. Veja:

Mãe descobre gravidez de quadrigêmeas tomando anticoncepcional (Foto: Reprodução / Pinterest)

Na Zona Sul de Manaus,  na Maternidade Balbina Mestrinho, uma mãe dava à luz a quadrigêmeas.  Michelle Freitas de Freitas, de 38 anos, é mãe de três filhos,  Flávia, de 20 anos, Luana, de 17 e Alexandre, 11,  e foi surpreendida ao descobrir a gravidez. 

Michelle tomava anticoncepcional e havia decidido não engravidar mais. Contudo, a mãe recebeu a notícia da gravidez e mesmo preocupada, acabou aceitando tranquilamente. O que ela não esperava é que fossem trigêmeas. 

A mãe entrou em desespero. Na época, a mulher trabalhava em uma cozinha industrial, e teve que pedir demissão para se dedicar à gestação. Mas, mesmo desempregada, a família aguardava as pequenas com muita felicidade.

Entretanto, foi no dia do parto, que a família recebeu mais uma surpresa: “Três bebês era o que aparecia nas ultrassonografias realizadas durante o período de gestação, porém no dia do parto, médicos e enfermeiros ficaram surpresos em ver que ao invés serem três crianças, eram quatro”, contou Dani Kelly, amiga da mãe em entrevista ao Manaus Alerta. 

De acordo com os médicos, o fato foi inédito na maternidade. A quarta bebê estava escondida atrás da placenta e só foi descoberta, momentos antes do parto. “Quando a família ficou sabendo que eram quatro meninas, todos ficaram emocionados e ao mesmo tempo preocupados de como seria dar conta” relatou a amiga da mãe. 

No momento do nascimento, a família já havia escolhido os nomes de  Sofia, Laís e Lívia. Ao descobrirem a quarta bebê, a mãe decidiu homenagear a médica que realizou o parto e batizaram a menina de Giovana.  

As bebês nasceram de sete meses, mas estão saudáveis. Encaminhadas para UTI Neonatal da maternidade, ambas são acompanhadas pelos profissionais de saúde.