Mãe denuncia desaparecimento do filho após matá-lo e jogá-lo no rio

“A mãe não está demonstrando muito remorso neste momento”, disse o delegado

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • No último final de semana, um casal procurou a polícia para denunciar o desaparecimento do filho, um menino de seis anos;
  • Imediatamente, as autoridades passaram a fazer buscas, postando pedidos de ajuda e imagens da criança;
  • Até que a polícia descobriu que a denúncia se tratava de uma mentira.

No último final de semana, um casal procurou a polícia de Middletown, Ohio, nos Estados Unidos para denunciar o desaparecimento do filho, um menino de seis anos. Imediatamente, as autoridades passaram a fazer buscas, postando pedidos de ajuda e imagens da criança.  A vizinhança lamentou o fato de a mulher não ter colocado o menino para adoção.

Isso porque, nesta segunda-feira (1), que a polícia descobriu que a denúncia se tratava de uma mentira. Na verdade, a mãe atropelou seu filho em um parque dias antes, depois de tentar abandoná-lo lá, de acordo com a polícia. Em um dado momento, ela e o namorado supostamente jogaram seu corpo no rio Ohio.

A polícia disse que desconfiou do crime desde o primeiro relato: “Foi um pouco incomum porque geralmente quando você tem uma criança desaparecida, a primeira coisa que fazem como pais é entrar em contato com a polícia”, disse ele. No entanto, o casal informou que o menino estava desaparecido desde sábado à noite.

Mãe mata filho e mente para a polícia (Foto: The Province)

No domingo à noite, a polícia cancelou a busca e prendeu a mãe e o namorado, que admitiram ter matado o menino e se livrado de seu corpo. A mãe e o namorado foram presos e acusados de assassinato, abuso de cadáver e adulteração de evidências.

O caso abalou a cidade e os vizinhos fizeram homenagens para a criança em praça pública. “A mãe não está demonstrando muito remorso neste momento. Mas ela confessou ter feito isso. Ela não está realmente dizendo qual foi o motivo”, disse o chefe de polícia de Middletown, em uma entrevista coletiva.