Mãe cria “coração da saudade” para a filha beijar quando sentir-se sozinha

Em fase de adaptação escolar, a mãe da pequena Maria Liz, criou a estratégia que encantou os internautas

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • A adaptação escolar é uma fase bastante difícil
  • Uma mãe de Bauru, interior de São Paulo, criou uma estratégia
  • A ideia fez tanto sucesso que o vídeo ‘viralizou’ nas redes sociais

Se você é mãe ou pai, provavelmente já passou ou passará por uma fase emocionalmente complicada para você e para seu filho- a adaptação escolar. Mas a atitude de uma mãe de Bauru, interior de São Paulo, encantou a milhares de pessoas.

Marry Scarabello,  mãe de Maria Liz de três anos, contou que passou por  uma fase difícil: “super apegada a mamãe, todos os dias na chegada na escola , é aquele chororô”, destacou. Para solucionar esse problema,  Marry criou o “coração da saudade”.

Mãe desenha coração na mão da filha para ela se adaptar à escola (Foto: Reprodução/ Facebook)

Maria Liz ganhou um coração desenhado na mão e sua mãe outro. E a orientação dada a pequena era – sempre que sentisse saudade, ela deveria beijar o desenho e elas estariam conectadas.

Depois disso, a pequena Liz entrou na escola. Mas, a mãe ficou por um tempo acompanhando escondida, a mais nova estudante. A reação da pequena surpreendeu. Em minutos foi flagrada beijando a mão em um cantinho a sós.

Com tudo gravado, Marry postou o vídeo em suas redes sociais e foi um tremendo sucesso. Até o momento,  são  mais de 1 milhão e 300 mil visualizações e centenas de compartilhamentos.  Nos comentários, diversas mães se identificaram e outras se solidarizaram.

Adaptação Escolar

Segundo o portal da Pais & Filhos, para que os pequenos se adaptem melhor, é importante estar estar ao lado da criança e passar tranquilidade. Lembra-lo que ele vai reencontrar os amigos ou, fazer novos pode animar. Faça com seu filho se sinta a vontade para conversar sobre qualquer assunto, inclusive sobre os medos dele. E, por último e não menos importante, nunca chore junto com o seu filho na entrada da escola.  Mostre firmeza e segurança, porque, afinal, existem várias outras estratégias de adaptação dentro da escola.