Mãe alega que filha de dois anos foi molestada em hospital enquanto estava em isolamento

A menina teria sido internada no local com suspeita de coronavírus; A Polícia investiga o caso. 

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma família da África do Sul, denunciou o hospital Dr. George Mukhari;
  • Uma menina de dois anos teria sido internada no local com suspeita de coronavírus;
  • Entretanto, a mãe  constatou que ela foi molestada no local. A Polícia investiga o caso.

Uma família de Pretória, capital da África do Sul, denunciou o hospital Dr. George Mukhari. Uma menina de dois anos teria sido internada no local com suspeita de coronavírus. Entretanto, a mãe percebeu atitudes estranhas na filha e constatou que ela foi molestada no local. A Polícia investiga o caso.

Em entrevista à Agência de Notícias Africana, a tia da criança, que não se identificou, contou que a sobrinha estava com sintomas do Covid-19 e foi até o hospital com a mãe. Chegando no local, os médicos pediram a internação da menina e orientaram que a mãe voltasse para casa.

No dia seguinte, o exame testou negativo e a criança teve alta médica. Contudo, quando a mãe foi buscá-la notou um comportamento estranho. “Ela estava com dificuldade para andar e sempre chorava. Vi que tinha algo errado com a minha menina. Enquanto a mãe trocava a fralda, descobriu um líquido branco em suas partes íntimas. Ela inicialmente pensou que era medicação, pois a criança estava no hospital. Mas, no dia seguinte, esse mesmo líquido ainda estava saindo”, disse a tia.

A criança teve crises de choro e se recusava a brincar. Percebendo que a situação se agravava, a mãe da menina a examinou e percebeu machucados nas partes íntimas da criança. Para constatar o abuso, a mulher levou a filha até outro hospital para ser examinada, onde a enfermeira informou que a vítima teria sido molestada.

O hospital acusado garantiu que investiga  caso e está oferecendo todo o apoio e assistência a família da vítima. A polícia de Gauteng, em Pretória, ainda investiga o caso.  Entretanto, se souber de algum caso de abuso sexual infantil no Brasil, denuncie pelo Disque 100.

Menina é abusada em hospital (Foto: Zahra-amirici/Unsplash)