Madrasta mata enteado de 6 anos encontrado com mais de 100 hematomas pelo corpo

Autoridades concluíram que Arthur Labinjo Hughes era constantemente abusado física e psicologicamente por Emma Tustin e Thomas Hughes, pai do menino

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Madrasta mata enteado de 6 anos
  • O corpo do menino foi encontrado com mais de 100 hematomas
  • Autoridades concluíram que Arthur Labinjo Hughes era constantemente abusado física e psicologicamente por Emma Tustin e Thomas Hughes, pai do menino

Emma Tustin foi condenada a prisão perpétua pela morte de seu enteado, Arthur Hughes – Labinjo, de apenas 6 anos de idade. Além dela, o pai do menino, Thomas Hughes, foi considerado cúmplice do crime pegou 21 anos de prisão nos EUA.

Por lá, autoridades concluíram que Arthur morreu por envenenamento de sal e uma série de lesões da cabeça. A investigação confirma que a situação se deu da seguinte forma: Arthur estava sob os cuidados de Emma no dia 17 de junho de 2020.

Emma e Thomas eram madrasta e pai do menino
Emma e Thomas eram madrasta e pai do menino (Foto: Reprodução/ The Sun)

Diante disso, a madrasta de Arthur teria colocado, ao menos, 34g de sal na comida no enteado – que estaria inconsciente na hora em que foi agredido pela mulher. Além disso, Emma teria gravado e fotografado o enteado andando zonzo de agressão e veneno pela casa.

Após 12 minutos de tortura, a mulher teria ligado para a ambulância alegando que o menino teria caído e batido – ao menos 5 vezes – a cabeça no chão. Investigações com a família ainda confirmaram que os últimos meses da vida de Arthur foram marcados por abusos físicos e psicólogicos.

Em certo momento – no qual Emma teria, mais uma vez, filmado a agonia do menino – ele chegou a pedir a ajuda de um tio, alegando que não comia e bebia nada há dias. “Por favor, me ajuda, me ajuda, tio. Eles não estão me dando comida, eu preciso de um pouco de comida e bebida”. O menino não frequentou a escola durante o lockdown imposto pela covid-19, para que colegas e professores não vissem o seu quadro de saúde.