Idosa é presa por guardar restos mortais do filho recém-nascido durante 27 anos

Melissa Sims McCann possui 62 anos de idade e pode ser presa por abuso e ocultação de cadáver nos EUA. O caso segue sendo investigado

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Idosa é presa por guardar restos mortais do filho recém-nascido durante 27 anos
  • Melissa Sims McCann possui 62 anos de idade e pode ser presa por abuso e ocultação de cadáver nos EUA
  • O caso segue sendo investigado

Melissa Sims McCann possui 62 anos de idade e pode ser presa e enfrentar uma série de acusações. O motivo? Guardar os restos mortais do próprio filho recém-nascido há, pelo menos, 27 anos. O caso aconteceu nos EUA, e segue investigado.

Os restos do bebê foram descobertos após uma empresa que aluga containers descobrir, em um de seus produtos, uma série de ossos – que, a princípio, não eram humanos. Os funcionários ligaram para polícia para relatar a descoberta.

Melissa guardou os restos mortais do filho
Melissa guardou os restos mortais do filho (Foto: Reprodução/ Marie Claire)

“Após a inspeção dos restos mortais, não ficou claro que se tratavam de ossos humanos. Ao enviar os restos mortais para o escritório do médico legista, eles determinaram que os restos mortais eram de um recém-nascido”, esclareceu o comunicado das autoridades.

Investigações concluíram que a unidade era alugada por Melissa desde março de 1994, pelo único propósito de armazenar os restos mortais de seu filho. Agora, o promotor distrital Craig Northcott, afirmou em um comunicado à imprensa que ela poder enfrentar ainda mais acusações à medida que a investigação prossegue.

Não se sabe ainda o sexo ou causa de morte do bebê, nem porque Melissa teria escondido o nascimento da criança por tantos anos.