Homem se masturba em frente a menina de 10 anos e é procurado pela polícia

O criminoso chegou a fugir e a mãe da criança percebeu este momento. O crime foi tido como importunação sexual

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Um homem está sendo acusado de se masturbar em frente a uma criança de 10 anos, na tarde do último domingo (15), em Ariquemes, Rondônia;
  • O homem chegou a fugir e a mãe da criança percebeu este momento.
  • O crime foi tido como importunação sexual.

Um homem está sendo acusado de se masturbar em frente a uma criança de 10 anos, na tarde do último domingo (15), em Ariquemes, Rondônia. O homem chegou a fugir e a mãe da criança percebeu este momento.

De acordo com a polícia, a menina brincava na rua quando o homem encostou a motocicleta ao lado dela e cometeu o crime. A criança, então, começou a gritar. Ao ouvir os gritos, a mãe da menina saiu de casa e viu quando o suspeito fugiu do local.

A polícia foi acionada e começou a fazer buscas, mas apesar de ter recebido as descrições, não encontrou o homem.  O caso foi registrado como importunação sexual e deve ser investigado.

Menina sofre importunação sexual (Foto: Freepick)

Mais um caso 

No último sábado (14), uma mãe levava a filha de cinco anos ao médico quando flagrou o cobrador do ônibus mostrando o pênis para a criança. Revoltada, a mulher filmou a cena a fim de conseguir provas. O veículo percorre a linha 1758/10, que faz o trajeto do bairro Jardim Antártica até o metrô de Santana, em São Paulo.

Nas imagens, o homem aparece mexendo na calça por inúmeras vezes até que coloca o órgão genital para fora e deixa à mostra. Depois de conseguir as provas, a mãe solicitou que o motorista parasse o veículo e foi ignorada. A mulher só conseguiu descer do ônibus no ponto final.

-Publicidade-

Imediatamente, a mãe registrou o boletim de ocorrência. Em casa, a mulher e a esposa se mostraram indignadas em um relato nas redes sociais: “Estamos até agora estupefatas…já abrimos o boletim de ocorrência, mas não vamos sossegar enquanto não vermos esse infeliz na cadeia. Fiquem de olho nas suas crianças. Caso aconteça com vocês esse episódio, denunciem. Não se calem. As redes sociais hoje nos fortalecem. Aos cobradores de ônibus: infelizmente isso foi uma eventualidade, isso é questão de caráter. Não se sintam ofendidos. Fica aqui a revolta de uma pessoa em nome de todas”, disseram.

Em nota ao Extra,  a empresa municipal SPTrans disse que acionou a empresa de ônibus assim que tomou conhecimento da ocorrência para solicitar a demissão do cobrador e do motorista. A SPTrans ressaltou ainda que “repudia qualquer tipo de abuso no transporte público e realiza campanhas preventivas sobre esse tema em materiais afixados nos ônibus e terminais”.

A empresa ainda disse: “o motorista deveria ter parado o ônibus e aguardado a chegada da polícia ou conduzido até a delegacia mais próxima, onde a vítima poderia registrar o boletim de ocorrência e receber amparo das autoridades policiais”.