Grávida de quatro meses, jovem morre com Covid-19: “Perdi o amor da minha vida”, diz marido

A mulher procurou atendimento médico e foi liberado e após o sintomas se agravarem, o casal retornou ao hospital, e a mulher foi internada

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Na última semana, uma jovem de 23 anos, grávida de quatro meses, morreu de Covid-19 em Guapiaçu (SP);
  • De acordo com o marido, os sintomas apareceram 20 dias antes da morte;
  • Eles procuraram atendimento médico, foram liberados e após o sintomas se agravarem, o casal retornou ao hospital, e a mulher foi internada.

Na última semana, uma jovem de 23 anos, de quatro meses, morreu após engravidar na pandemia, em Guapiaçu (SP). De acordo com o marido, os sintomas apareceram 20 dias antes da morte. Eles procuraram atendimento médico, foram liberados e após o sintomas se agravarem, o casal retornou ao hospital, e a mulher foi internada.

A paciente não tinha outras doenças e por isso ficou dias internada na enfermaria. Quando ela conseguiu vaga na Unidade de Tratamento Intensivo da cidade, ela não resistiu e morreu. A vítima era mãe de um menino de cinco anos e de uma menina de nove.

Mulher engravida e morre de covid-19 (Foto: Reprodução / Arquivo pessoal)

O marido e outros familiares da vítima também testaram positivo para a Covid-19. Ao todo, são 12 pessoas da família com a doença: “Fiquei sem chão. Nós ficamos indignados. Ela era muito nova. Teve duas gestações perfeitas, sem nenhuma complicação. Parte de uma vida dos meus filhos ficará para trás”, disse o marido em entrevista à TV TEM.

O homem se lamentou e contou que ele e a esposa ainda tinham muitos planos para a família e para os filhos.“É uma dor muito grande. Estamos sofrendo e tentando arrumar forças para realizar os sonhos dela. Perdi o amor da minha vida.” O bebê também não resistiu.