Grávida de oito meses é encontrada sem o bebê no ventre sete dias após ser morta

O caso aconteceu em setembro de 2020, no Rio de Janeiro e exames trazem novas informações

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, estava grávida de oito meses, quando foi encontrada morta, em setembro de 2020, em um córrego no Rio de Janeiro
  • E de acordo com a Exame, um exame feito recentemente;
  • O laudo constatou que o bebê não estava no ventre da mulher quando foi encontrada.

Thaysa Campos dos Santos, de 23 anos, estava grávida de oito meses, quando foi encontrada morta, em setembro de 2020, em um córrego no Rio de Janeiro. E de acordo com a Exame, um exame feito recentemente constatou que o bebê não estava no ventre da mulher quando foi encontrada. Não se sabe se ela chegou a fazer o parto. 

A perícia realizada no corpo também não localizou vestígios de placenta, ou cortes na barriga, que pudessem indicar a retirada do feto por ato cirúrgico. O documento deixa claro que a manicure deu à luz, mas não informa as circunstâncias.

A mulher já era mãe de dois filhos e estava separada do pai das crianças. O pai do bebê, de acordo com as investigações, seria um homem casado. Thaysa ficou sete dias desaparecida até seu corpo ser encontrado já em decomposição.

Os exames não puderam identificar a causa da morte. A polícia trabalha com a hipótese de que o bebê teria sido sequestrado, mas continua investigando o caso. A gestante foi sepultada no Cemitério da Penitência, no Caju, na região central do Rio.