Garota morre em cirurgia de rotina para remoção de amígdalas

Seus pais, angustiados, disseram que a menina roncava, mas era saudável

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma família ficou devastada depois que sua filha, de sete anos, morreu após um minuto em uma operação de rotina para remover suas amígdalas
  • Paisley Elizabeth Grace Cogsdill, da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, morreu na última sexta-feira (21) quando seu coração parou e os médicos não conseguiram revivê-la
  • Seus pais, angustiados, disseram que a menina roncava, mas era saudável

Uma família ficou devastada depois que sua filha, de sete anos, morreu após um minuto em uma operação de rotina para remover suas amígdalas. Paisley Elizabeth Grace Cogsdill, da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, morreu na última sexta-feira (21) quando seu coração parou e os médicos não conseguiram revivê-la.

Seus pais, angustiados, disseram que a menina roncava, mas era saudável. É comum que as crianças removam as amígdalas se tiverem tendência a roncar. A família da garotinha está esperando os resultados da autópsia para ajudar a esclarecer como ela morreu.

De acordo com a avó da menina, ela não estava com medo antes da cirurgia (Foto: Reprodução/Daily Mail)

A jovem era uma aluna da escola primária de Clinton que tinha uma atitude cheia de alegria, segundo seus professores. Ao comentarem sobre a pequena, a família escreveu um texto emocionante no qual relatam que ela era uma aluna talentosa e que sempre tirava notas boas no segundo ano da escola.

“Ela era cheia de alegria e demonstrava sua felicidade em tudo que fazia, como seus jogos de softbal e suas danças de hip-hop. Ela adorava fazer obras de arte e adorava dá-las para as pessoas. Ela cantava na nossa igreja e participava de diversas atividades por lá. Ela pode ter ficado apenas sete anos na Terra, mas o amor que ela compartilhou irá durar para sempre”.

-Publicidade-

“Antes de entrar para fazer a cirurgia, ela não tinha medo”, disse Mary Truelock, avó de Paisley. “Ela estava sorrindo e feliz. Nada estava errado, sabia? Ela não tinha medo. Definitivamente sinto falta dela o tempo todo. Você não entende por que essas coisas acontecem, mas sabemos que era o plano de Deus e essa é a única coisa que pode nos fazer passar, porque sabemos que era Deus”, acrescentou.

Foi criada uma página do GoFundMe para os custos do funeral de Paisley e, desde então, levantou 32 mil dólares.  Uma descrição na página de captação de recursos descreve a trágica morte da menina como um “momento horrível” para seus pais Austin Cogsdill e Jasmine Truelock.

“Ninguém espera perder um filho a qualquer momento. Durante esse período terrível de nossas vidas, estou humildemente pedindo ajuda para arrecadar dinheiro para as despesas de funeral de Paisley”, disse o pai. “Isso, além de orações, ajudaria a minha família tremendamente. Por favor, indique se você se sentir motivado a fazê-lo. Deus abençoe!”.