Família que busca tratamento para filhas recebe ajuda inusitada de vizinhos

Voluntários se reuniram em um verdadeiro mutirão de solidariedade

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma família precisou deixar o interior para buscar tratamento para a filha.
  • Vizinhos ajudaram na lavoura da família que estava sem os cuidados necessários.
  • Este não é o primeiro caso que moradores da região se reúnem para ajudar a vizinhança.

Nem sempre é possível administrar o tempo de trabalho e cuidados de casa. No Córrego da Jacutinga, Zona Rural de Alto Jequitibá, Minas Gerais uma família precisou se transferir para a capital mineira e acabou deixando a lavoura de lado. Os vizinhos, em um grande ato de solidariedade, se juntaram para cuidar dos aproximadamente 12 mil pés de café que ficaram sem receber os cuidados necessários e ameaçava perder a plantação.

Inicialmente, um grupo de 20 vizinhos, que logo subiu para mais de 100 pessoas, começou a cuidar da roça. Os homens ficaram responsáveis por roçar e adubar a lavoura, enquanto dezenas de mulheres preparavam os lanches. Em menos de uma hora, toda a área já havia recebido dos cuidados necessários. “Não tenho palavras para agradecer por tanto carinho. Sem a bênção de Deus e sem o apoio dessas pessoas nós não conseguiríamos superar”, disse Josiane em entrevista à Razões Para Acreditar.

Voluntários que ajudaram a família (Foto: Reprodução/Facebook)

As pessoas se sentiram gratificadas por terem participado desse mutirão que ajudou muito a família. “Eu me senti muito emocionado. Foi lindo! Todos ajudaram com alguma coisa, uns menos, outros mais, mas todos com o mesmo  propósito: ajudar sem interesse, por amor mesmo, entende? Isto não tem preço”, disse Lucas Ferreira, primo da família que estava presente na ação.

-Publicidade-

Adauto e Josiane, pais de Larissa, de 13 anos, e de uma menina de 7 precisaram sair do interior por causa de uma doença que as filhas apresentam. Ambas têm miocardiopatia dilatada, complicação no músculo do coração que impede o bombeamento de sangue para o corpo, causando arritmias e outras complicações. Larissa enfrenta um quadro de mais risco e aguarda na fila de espera por transplante. A filha mais nova iniciou o tratamento precoce. Em Belo Horizonte, a família também recebeu ajuda. Parentes e amigos ofereceram hospedagem e transporte para o tratamento de Larissa no hospital.

Larissa e Josiane tem miocardiopatia dilatada (Foto: Arquivo Pessoal)

Esta não é a primeira vez que um mutirão de solidariedade acontece no Alto Jequitibá. Em 2019, um produtor da região precisou deixar o trabalho no campo de lado para cuidar do filho que estava com câncer. Em três dias, os moradores se juntaram e colheram quase mil balaios de café no terreno do agricultor. “Sempre que alguém se machuca ou fica doente, a comunidade se reúne para ajudar.”, explicou Lucas.