Escola pinta faixa em comemoração ao mês da História LGBT e recebe críticas

O centro educacional de Londres alega ter recebido cerca de 200 mensagens abusivas

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Um arco-íris foi pintado na travessia de uma escola em comemoração ao Mês da História LGBT
  • Uma escola em Londres alega ter recebido cerca de 200 mensagens abusivas após a instalação
  • Ao mesmo tempo, a escola estava sobrecarregada com mensagens positivas de apoio de pais, cuidadores e da comunidade

Uma escola em Londres alega ter recebido cerca de 200 mensagens abusivas após a instalação de uma passagem em arco-íris do lado de fora do prédio. Os trabalhadores disseram que a faixa foi pintada na semana passada em comemoração ao Mês da História LGBT e provocou algumas reações inesperadas nas mídias sociais.

A pintura foi feita na travessia para a escola (Foto: Reprodução/BBC News)

No entanto, a escola, que fica no bairro Wood Green, comentou que isso não a impediria de continuar seu trabalho. A travessia foi financiada pelo Conselho Haringey. Uma porta-voz da escola disse que as mensagens abusivas foram enviadas para a escola no Twitter e no Instagram, mas que não eram dos pais nem de ninguém ligado à escola.

Ao mesmo tempo, o centro educacional estava sobrecarregado com mensagens positivas de apoio de pais, cuidadores e da comunidade. “Essa travessia do arco-íris representa nosso compromisso em defender a igualdade, que os direitos de nossas crianças sejam respeitados e capazes de prosperar como eles, na escola e fora dela.”, disse Gerry Robinson, diretora da Woodside High School, em White Hart Lane, na Inglaterra.

Ela acrescentou que as centenas de mensagens abusivas sobre o trabalho feito sobre a igualdade não irá os impedir de continuar com os projetos. “De fato, isso apenas nos encoraja ainda mais, pois não queremos que nossos alunos saiam para o mundo e enfrentem tanto ódio. Nunca houve um momento mais importante para enfrentar esse sentimento e a educação é uma parte essencial disso”.

A conselheira de Haringey, Seema Chandwani, disse que Woodside havia se tornado a primeira escola na Inglaterra a instalar uma travessia de arco-íris e acrescentou que estava em solidariedade com eles e com a comunidade LGBTQ+ contra discriminação e preconceito de qualquer tipo.

Woodside detém o título de campeão do Gold Award Stonewall School, concedido por instituições de caridade a escolas que comemoram a diversidade e trabalham para combater a discriminação. A diretora de programas educacionais da instituição de caridade, Sidonie Bertrand-Shelton, comentou que dois em cada cinco alunos LGBT não aprenderam nada sobre identidades e 45% foram intimidados por serem LGBT nas escolas britânicas. “É por isso que é fantástico ver demonstrações tão visíveis de apoio à igualdade, como a travessia do arco-íris”.