Coronavírus: Ministério da Saúde confirma 98 casos no Brasil e transmissão comunitária

Nova situação de transmissão foi confirmada em São Paulo e no Rio de Janeiro

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • O Ministério da Saúde atualizou os dados sobre o novo coronavírus (Covid-19) no Brasil
  • Até o momento, são 98 casos confirmados, 21 pessoas a mais do que na quinta-feira (12)
  • Também foi divulgado que o país agora tem casos de transmissão comunitária, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro

Coronavírus: Ministério da Saúde confirma transmissão comunitária da doença (Foto: Unsplash)

O Brasil teve os primeiros casos de transmissão comunitária do novo coronavírus (Covid-19). De acordo com a última atualização do Ministério da Saúde, essa nova situação foi registrada nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. A transmissão comunitária ocorre quando as equipes de vigilância não conseguem mais mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o primeiro paciente responsável pela contaminação dos demais.

No total, quatro pessoas adquiriram o vírus por essa modalidade de transmissão. Outras 79 são casos importados (que foram contaminadas no exterior) e 15 foram infectadas por transmissão local (por meio de contato com pessoas de casos importados). “Não temos evidência de aumento de internação por síndrome respiratória aguda grave”, comentou o secretário de vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (13).

No balanço feito hoje pelo Ministério da Saúde, o número de casos confirmados do novo coronavírus chegou a 98. Foram 21 pessoas infectadas a mais do que o último dado, anunciado na quinta-feira (12). Os casos suspeitos aumentaram para 1.485. Os descartados ficaram em 1.344. Os estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os epicentros da doença no país, respectivamente com 56 e 16 casos confirmados.

 

-Publicidade-

Coronavírus: saiba como se prevenir e proteger sua família

Os coronavírus são uma família de vírus conhecida há mais de 50 anos. Tem este nome porque parece uma coroa, se visto no microscópio. Algumas cepas infectam seres humanos, outras infectam somente animais. O novo vírus (2019-nCoV) provavelmente é uma mutação que não atingia humanos e, nos últimos meses, passou de um animal para uma pessoa em um mercado de frutos do mar e animais vivos na cidade de Wuhan, na China.

Para se prevenir, a recomendação do Ministério da Saúde é a mesma feita para a prevenção de infecções respiratórias agudas. São elas:

  • evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
  • lavar as mãos com frequência, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
  • utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • manter os ambientes bem ventilados;
  • evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.