Coronavírus: Maternidades limitam visitas aos recém-nascidos devido à pandemia

Incentiva-se o uso das redes sociais para manter o contato com entes queridos

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Maternidades em todo o mundo restringiram as visitas devido ao novo coronavírus
  • Em alguns hospitais, a visitação ou acompanhamento é exclusivo do/da cônjuge
  • Incentiva-se o uso das redes sociais para manter o contato com entes queridos

Maternidades restringem visitas (Foto: Christian Bowen / Unsplash)

Maternidades em todo o mundo restringiram as visitas devido ao novo coronavírus. A medida tem sido tomada para proteger a saúde de mães e bebês. Além, é claro, do visitante – vamos combinar, um hospital não é o local mais adequado para se visitar no momento. 

Dois lugares em São Paulo já restringiram as visitas. Em comunicado oficial, o Hospital Albert Einstein recomenda a permanência do bebê no quarto com a mãe e visitação ou acompanhamento exclusivo do/da cônjuge.

“Pacientes da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) Neonatal poderão receber visitas exclusivamente dos pais. Demais pacientes pediátricos, UTI Pediátrica e Pediatria, será permitida a permanência de um dos responsáveis e a visita não simultânea do outro responsável”, orientou. 

O Hospital Amparo Maternal (HAM), deu as mesmas orientações, e completou, àqueles pais que estiverem com sintomas do coronavírus não deverão fazer a visita. Outra medida tomada, foi  um termo de responsabilidade que as gestantes e seus acompanhantes devem assinar no momento da internação, dizendo que foram informados e se comprometem a seguir essas medidas.

-Publicidade-

Para os hospitais, a rotatividade de pacientes é extremamente indesejada. É recomendado que o parceiro faça uma visita de 12h no mínimo. Além, é claro, de seguirem todos os padrões de higienização das mãos, e usarem máscara, avental e luvas. 

As doulas – aquelas que auxiliam o parto, também terão sua entrada  analisadas individualmente ou proibidas pelos hospitais. Com relação à visitas, o Einstein incentiva o uso das redes sociais para manter o contato com entes queridos.