Coronavírus: Família da primeira vítima fatal da doença soube a causa da morte pela televisão

“Falta de respeito e humanidade com a gente”, alegou a irmã de Manuel Messias Freitas Filho

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Família da primeira vítima fatal do coronavírus se manifestou
  • Eles só souberam da causa da morte pela imprensa
  • Os pais e três irmãos da vítima não puderam ir ao enterro

Na última terça-feira (17), após três semanas do primeiro caso no Brasil, o estado de São Paulo registrou a primeira morte por coronavírus no país. Acontece que a família só soube o motivo da morte de Manoel Messias Freitas Filho, de 62 anos pela imprensa. 

Família descobre causa da morte pela Tv (Foto: Jisun Han / Unsplash)

Em entrevista ao UOL, a irmã da vítima, Maria da Graça Freitas, 53 anos, contou: “Cheguei em casa depois que enterrei meu irmão e foi na televisão que vi a causa da morte. Falta de respeito e humanidade com a gente”.

A mulher ainda contou que os pais e três irmãos do falecido não puderam ir ao enterro. “quase faltou gente para segurar a alça do caixão”. O pai tem 83 anos e está internado. A mãe tem 82 anos e recebeu alta na última quarta (18). Dois irmãos estão internados. Todos com problemas respiratórios. 

Manuel era aposentado e sofria de trombose, diabetes e erisipela, um problema de pele. Maria da Graça contou que a família não desconfiou que fosse coronavírus apesar dele ter apresentado todos os sintomas. A mulher ainda contou que o irmão não se cuidava, e para eles, a morte teria sido a consequência. 

-Publicidade-

Maria disse que os sintomas apareceram rapidamente. “A evolução da doença foi uma coisa muito rápida. O que eu queria alertar é que se cuidem, porque espalha muito rápido. Só tem que sair de casa por pura necessidade. Fiquem dentro de casa e lavem bem as mãos. A coisa está feia. Falo pela minha família”.

A rede Prevent Senior, não explicou o motivo da demora em avisar a família. Maria da graça ainda contou que sabe como o homem pode ter sido contaminado.