Carnaval: homem é preso por organizar festa “open bar” para crianças

Caso aconteceu em Bonito, no Mato Grosso do Sul

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Policiais receberam uma denúncia de que uma festa servia bebidas alcoolicas para menores de idade em Bonito, no Mato Grosso do Sul
  • A festa de Carnaval já contava com mais de 100 pessoas presentes quando a polícia chegou ao local
  • O organizador da festa foi detido e poderá ter de cumprir quatro anos de prisão

Um homem foi detido em flagrante por realizar uma festa com bebidas alcoólicas liberadas em Bonito, no Mato Grosso do Sul, na noite desta segunda-feira (24). Crianças e adolescentes estavam na festa, consumindo as bebidas disponíveis no “open bar”.

Equipes da Polícia Civil, Militar e Guarda Municipal receberam uma denúncia anônima sobre a festa durante a Operação Carnaval. A informação era de que convites foram vendidos para crianças e adolescentes, principal público do evento e, além disso, haveria distribuição liberada de bebidas alcoólicas.

Festa de Carnaval servia bebidas alcoólicas sem restrição para crianças e adolescentes (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

As equipes foram até o local por volta das onze horas da noite e constataram que o responsável não tinha alvará, nem vistoria do Corpo de Bombeiros, para realizar o evento. Mais de 100 pessoas já estavam na festa e outras pessoas ainda eram esperadas. O responsável foi preso em flagrante por oferecer bebida alcoólica a criança ou adolescente. Agora, ele aguarda julgamento, no qual poderá ser preso por até quatro anos.

 

-Publicidade-

Consumo de álcool no Carnaval

Neste Carnaval, ao menos 40 pessoas foram atendidas pelo serviço de urgências organizado pela prefeitura de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul – a maioria dos casos por consumo excessivo de álcool e drogas. Uma das pessoas socorridas foi uma criança de 12 anos atendido no sábado (22) à noite, extremamente alcoolizado. Como em outros casos envolvendo menores de idade, a criança só foi liberada com a presença dos pais ou responsáveis.

A mãe da criança foi acionada por celular, mas se recusou a ir até a Esplanada Ferroviária – local onde se concentram os desfiles de Carnaval em Campo Grande – buscar o filho. Um veículo oficial teve de ir até o bairro pegá-la para só então o garoto ser liberado. O nome da criança não foi divulgado.