Bebê sofre corte profundo no pescoço e médico usa o próprio carro para salvá-lo

A criança de e um ano brincava no quintal de casa quando tropeçou e caiu em cacos de vidro

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma bebê de um ano brincava no quintal de casa quando tropeçou e caiu em cacos de vidro;
  • A criança teve a garganta cortada profundamente. Na Unidade de Pronto Atendimento, foi constatada a necessidade de uma cirurgia de emergência;
  • Sem ambulâncias, o médico usou o próprio carro para realizar o resgate.

Uma bebê de um ano brincava no quintal de casa quando tropeçou e caiu em cacos de vidro. A criança teve a garganta cortada profundamente. Na Unidade de Pronto Atendimento, foi constatada a necessidade de uma cirurgia de emergência. Sem ambulâncias, o médico usou o próprio carro para realizar o resgate.

O caso aconteceu no Rio de Janeiro e no momento do acidente, as duas ambulâncias da unidade faziam o transporte de pacientes com Covid-19. Percebendo que a menina corria risco de vida, o médico não pensou duas vezes: reuniu uma pediatra e enfermeiras e, no próprio carro, transferiu a criança para um hospital com suporte para uma cirurgia.

No trajeto, segundo contou o médico, as auxiliares estancavam o sangue da criança com a mão e a mantinham conectada a um tubo de oxigênio. Em entrevista ao G1, o médico disse: “Adentramos de maneira leviana o hospital, dentro do centro cirúrgico, e aí conseguimos salvar a vida dessa criança. Foi uma das coisas mais emocionantes da minha carreira”.

A menina passou alguns dias no Hospital mas se recupera bem. A mãe não deixou de agradecer o médico: “Quero agradecer a Deus e a eles por ter dado a vida a minha filha mais uma vez. Se não fosse eles, eu nem sei como minha filha estaria agora. Muito obrigada a vocês, muito obrigada mesmo”.

Menina corta a garganta (Foto: Reprodução/ TV Globo)