Bebê palíndromo: menina nasceu no dia 02/02/2020 às 20h02

O caso aconteceu em Kentucky, nos Estados Unidos

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma bebê americana teve uma sorte grande: ela nasceu no dia 2 de fevereiro de 2020 às 20h02
  • A data palíndromo acontece quando a sequência de números de dia, mês e ano pode ser lida em qualquer ordem sem que o significado seja alterado
  • O caso aconteceu em Kentucky, nos Estados Unidos

Uma bebê americana teve uma sorte grande: ela nasceu no dia 2 de fevereiro de 2020 às 20h02 em Kentucky, nos Estados Unidos. Após dois abortos, a nova mãe, Laken Lee, Masters ficou muito feliz em receber sua filha, Charlee Rose Masters. 

A data palíndromo acontece quando a sequência de números de dia, mês e ano pode ser lida em qualquer ordem: da direita para a esquerda ou da esquerda para a direita, sem que o significado seja alterado. A última vez que tal fenômeno ocorreu foi há 900 anos.

A próxima comemoração será no ano de 2021 e, depois, somente em 3030. “Eu estou muito feliz por ela estar aqui e estar bem. Eu fiquei em trabalho de parto por 20 minutos”, contou a mãe. “A data em que ela nasceu me faz pensar que ela terá algo único em sua vida”.

Laken acompanhada do marido e da filha (Foto: Reprodução/Extra)

Charlee não deveria nascer até segunda ou terça-feira, então Laken ficou surpresa quando começou a sofrer contrações no domingo. De acordo com ela, as enfermeiras foram as primeiras a perceber a data da coincidência. Os profissionais disseram que “é melhor que o bebê que nasce no ano novo”.

Quando finalmente deu à luz, a mãe lembrou que sua própria mãe estava impressionada com a data e com o horário, então ela tirou uma foto rápida. “Eu não me lembro de ninguém conversando. Só lembro da minha mãe, Dee Dee, dizendo que iria tirar uma foto do relógio”.

Como se a chegada de Charlee não fosse suficientemente significativa, também coincidiu quase exatamente com a morte da tia da criança há três anos, durante o show de intervalo no Super Bowl. Masters acredita que era um sinal de que sua irmã estava presente na hora do parto.

“Ouvi alguém dizer que o show do intervalo do Super Bowl estava acontecendo e pensei “Uau, minha irmã Ashley morreu tragicamente em um acidente de veículo durante o show do intervalo do Super Bowl, por volta das 8 horas, em 2017″. Além disso, ela contou que o nome de sua enfermeira era Ashley, e o nome de sua irmã era o mesmo. “Parecia que tudo estava definido o tempo todo”, completou.