Mãe arremessa bebê de 2 meses dentro do berço e criança não resiste e morre

Shy Ann Hentges foi presa, condenada pela morte do próprio filho

Categorias

Compartilhe

Nesta terça-feira (10), Shy Ann Hentges foi condenada pelo assassinato de seu próprio filho, Eli Hentges. O crime aconteceu em 2017; de acordo com relatório divulgado pelas autoridades do estado de Minnesota, nos Estados Unidos, a mãe assumiu ter “colocado Eli com muita força” no berço. O ato violento fez com que a criança tivesse múltiplas fraturas nas costelas e pelo menos outras duas fraturas no crânio. Na época, Eli tinha apenas dois meses de vida.

Em seu primeiro depoimento, Shy Ann afirmou que o bebê havia batido a cabeça no batente de uma porta, enquanto ela o carregava para o banheiro. Mais tarde, ela mudou sua história, revelando a agressão ao filho.

Ao longo de uma investigação que durou nove meses, as autoridades descobriram mensagens de texto enviadas por Hentges: ela dizia que estava criando Eli sozinha, reclamando de sua falta de sono e pensando melhor sobre “manter esse garoto”, de acordo com uma denúncia obtida pelo jornal Minneapolis Star Tribune.

-Publicidade-

O julgamento da mãe está agendado para fevereiro de 2020. Até lá, Shy Ann Hentges permanece presa, sob fiança de 250 mil dólares.