Bebê é internada com mais de 30 hematomas e pai garante que não teve intenção de machucá-la

Foi a médica responsável pelo caso que desconfiou de maus tratos e denunciou

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Na última segunda-feira (10), um pai levou a filha, um bebê de seis meses, para o hospital com mais de 30 hematomas;
  • Foi a médica responsável pelo caso que desconfiou de maus tratos e denunciou;
  • O caso aconteceu em Anápolis, Goiás. A polícia foi acionada.

Na última segunda-feira (10), um pai levou a filha, um bebê de seis meses, para o hospital com mais de 30 hematomas. Foi a médica responsável pelo caso que desconfiou de maus tratos e denunciou o caso, que aconteceu em Anápolis, Goiás. A polícia foi acionada.

Em depoimento, o pai da menina disse que não teve intenção de machucar a filha. Contudo, em um primeiro momento, ele alegou que procurou auxílio médico após a criança se sentir mal, mas o Conselho Tutelar de Anápolis afirma que existem lesões antigas na criança.

Bebê aparece com mais de 30 hematomas (Foto: Reprodução/ Facebook)

“Como os dentes dela estão nascendo, começou a se agoniar e sofrer bastante. Coloquei um vídeo para assistirmos com intenção de acalmar. Sentei ao chão e ela ficou no meu colo. Ela não gostou do vídeo e quando eu fui pegar o celular para trocar, a cabeça dela virou de uma vez e contorceu”, descreveu ao UOL.

Ainda ao portal, o pai nega que tenha praticado qualquer crime contra a criança: “Eu sou verdadeiro. Se tem uma pessoa que deseja a verdade sou eu porque já estão nos condenando sem saber o que realmente aconteceu. Se um dia eu pegar alguém machucando a minha filha, não sei nem o que posso fazer. Não irei deixar nenhum mal acontecer com ela. Se cometi algum acidente, foi sem querer”, sustenta.

Após o atendimento médico, a bebê foi internada,  unidade informou que a criança “encontra-se na UTI [Unidade de Terapia Intensiva], com o estado geral grave e respirando com a ajuda de aparelhos”. A Polícia Civil requisitou ao IML (Instituto Médico Legal) um exame de corpo de delito na criança. A casa da família também passará por perícia.