Bebê de seis meses morre após barco de migrantes naufragar no Mediterrâneo

De acordo com a ONG espanhola Open Arms, quem fazia o resgate, mais cinco pessoas foram encontradas no mar além do bebê

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Na última quarta-feira (11), um bebê de seis meses morreu;
  • Isso porque um barco de migrantes que fugiam dos conflitos da Líbia para encontrar uma vida na Europa naufragou;
  • As pessoas estavam no Mar Mediterrâneo. De acordo com a ONG espanhola Open Arms, quem fazia o resgate, mais cinco pessoas foram encontradas no mar além do bebê.

Na última quarta-feira (11), um bebê de seis meses morreu após um barco de migrantes que fugiam dos conflitos da Líbia para encontrar uma vida na Europa naufragar. As pessoas estavam no Mar Mediterrâneo. De acordo com a ONG espanhola Open Arms, quem fazia o resgate, mais cinco pessoas foram encontradas no mar além do bebê.

A criança era natural da Guiné e era conhecida como Joseph.  Joseph chegou a ser resgatado em estado grave pela equipe médica, mas não resistiu. “Somos um grupo de voluntários com um barco velho e ainda que o esforço seja grande, sozinhos no mar não podemos conter a tragédia do Mediterrâneo”, lamentou Oscar Campos, fundador da Instituição.

Bebê morto no mar mediterrâneo (Foto: Sergi Camara/Twitter)

O representante da Open Arms ainda tentou atenuar a situação ao dizer que “111 pessoas já foram resgatadas nesta quarta, algumas delas crianças”. Na publicação, Campos lamentou que “não havia tempo para dor”, porque outros barcos precisavam de apoio.

No Twitter, uma mulher escreveu indignada enquanto o caso acontecia: “Impossível ficar indiferente. Ouve-se: “a prioridade é uma pequena que não conseguimos encontrar”. O barco cedeu e todos caíram na água. A equipe @openarms_fund, exausta. Infelizmente, existem mortos. #Corredores humanitários!”