Bebê tem a cabeça cortada no momento do parto

Caso aconteceu na Namíbia; mãe foi obrigada a ver a cabeça do filho

Categorias

Compartilhe

Um bebê teve sua cabeça cortada durante o parto no último domingo (8); caso aconteceu na Namíbia, país do continente africano. A mãe da criança, uma jovem de apenas 24 anos, afirma que o médico, após o ato horrível, colocou a cabeça da criança perto dela na cama e a culpou pelo acontecimento. O restante do corpo da criança ficou dentro do útero da mãe, sendo depois removido com uma cirurgia.

De acordo com o jornal local The Namibian, o parto foi realizado no Hospital Central de Windhoek, um dos dois únicos hospitais públicos da cidade. Em entrevista ao jornal, a mãe revelou que a equipe médica foi rude com ela, antes, durante e até mesmo após a decapitação do bebê. Ela, que já tem dois outros filhos, deu entrada no hospital por volta das 12h do domingo e logo foi encaminhada a uma sala de parto. Após ser examinada, foi informada por uma enfermeira que estava com 5 centímetros de dilatação, mas que a cabeça da criança já estava coroando.

Então, ela passou a ser atendida pelo obstetra responsável pela morte da criança. “Ele continuou a puxar a cabeça do bebê e não conseguiu. Por isso, cortou minha vagina e continuou a puxar”, contou a mulher, que não teve seu nome revelado. A mãe disse que foi obrigada a olhar para a criança morta e que a equipe presente tirou diversas fotos do ocorrido.

Ben Nangombe, diretor executivo de saúde de Windhoek, confirmou o incidente. Ele ainda afirma que as autoridades vão investigar o caso para entender o que realmente aconteceu.

 

Gêmeos bem diferentes

Outro caso na África que chamou a atenção na última semana foi o nascimento de gêmeos idênticos, porém com cores de pele bem diferentes. O caso aconteceu em Lagos, na Nigéria.

Os pais dos bebês são negros, assim como a filha mais velha do casal, Demilade, de 4 anos. David tem albinismo, o que significa que sua pele e cabelos não possuem pigmentação, devido a uma ausência congênita de melanina.

Stacy relembra o parto dos gêmeos; ela passou por uma cesariana e não fazia ideia de que seus filhos tinham cores de pele diferentes. Daniel, que é negro, nasceu primeiro; logo em seguida, a enfermeira avisou que o segundo bebê tinha cabelos dourados. O pai das crianças também ficou bastante surpreso quando viu os filhos pela primeira vez. “Foi uma surpresa enorme. Ele também não podia acreditar no que viu. Eles são tão adoráveis ​​e parecia que recebemos um milagre”, afirma a mãe.