Bar é multado por fazer “brincadeira” de mau gosto com caso Isabella Nardoni

O Procon penalizou o local por ter colocado placas em frente ao estabelecimento que debocham ou fazem piada com episódios de violência e fome

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Em Presidente Prudente, interior de São Paulo, um bar foi multado após fazer apologia a crimes;
  • O Procon penalizou o local por ter colocado placas em frente ao estabelecimento que debocham ou fazem piada com episódios de violência e fome;
  • O local não se desculpou.

Em Presidente Prudente, interior de São Paulo, um bar foi multado após fazer apologia a crimes. O Procon penalizou o local por ter colocado placas em frente ao estabelecimento que debocham ou fazem piada com episódios de violência e fome.

As “brincadeiras” de mau gosto fazem piada com a fome na África e com a transmissão do coronavírus. Além disso, citam mais dois episódios que envolvem crianças: uma frase remete ao assassinato da modelo Eliza Samúdio, em 2010: “O cão é o melhor amigo do homem. Goleiro Bruno”. Em outra, a morte da menina Isabella Nardoni também é lembrada: “Filho a gente não cria pra nós. Cria pra jogar no mundo. Alexandre Nardoni”.

Uma das placas do local (Foto: Instagram)

As frases causaram indignação e as pessoas denunciaram o crime. O bar acabou multado em pouco mais de mil reais – mas o valor pode aumentar no decorrer do processo. Os responsáveis pelo estabelecimento podem recorrer em até 15 dias.

No entanto, apesar da multa, o responsável disse que não se arrepende da brincadeira e não pretende mudar a postura. O homem contou à Band, que só  postou um pedido de desculpas nas redes sociais sobre a frase relacionada a Eliza Samúdio, porque a mãe da modelo entrou em contato com ele. De acordo com o homem, tudo se trata de uma piada e por isso: “as únicas pessoas com legitimidade de se ofenderem com tudo isso são a dona Sônia e o Bruninho”.