Após estuprar a própria filha, pai pesquisa no Google: “Como saber se um bebê está morto?”

O caso aconteceu em Montgomery, na Pensilvânia (EUA)

Autor

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • Uma bebê de 10 meses morreu depois de ser estuprada pelo próprio pai, Austin Stevens, de 29 anos;
  • O caso aconteceu em Montgomery, na Pensilvânia (EUA);
  • De acordo com autoridades, após o crime, o homem ainda fez pesquisas no Google para saber se a bebê estava viva.

Uma bebê de 10 meses morreu depois de ser estuprada pelo próprio pai, Austin Stevens, de 29 anos, em Montgomery, na Pensilvânia (EUA). De acordo com autoridades, após o crime, o homem ainda fez pesquisas no Google para saber se a bebê estava viva.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o pai chamou o resgate uma hora após o crime. A fralda da menina transbordava sangue. No caminho para o hospital, os paramédicos ainda tentaram reanima-la, mas sem sucesso. Ao examinar a menina, descobriu-se que a criança havia sofrido um trauma retal e contusão no crânio.

Após o crime, o pai chegou a buscar no Google: “Como posso saber se um bebê está morto?”, “E se você não ouvir o coração ou os batimentos do bebê?” e “Meu bebê não está respirando”. A polícia apreendeu o celular de Stevens que segue investigado.

-Publicidade-

O criminoso foi acusado de agressão sexual agravada, estupro de uma criança, relação sexual desviante involuntária e agressão indecente agravada. Uma audiência de julgamento ainda deve definir a punição do rapaz.

Pai estupra própria filha (Foto: Reprodução/ Facebook)

Denuncie

Até abril de 2019, o Disque 100 recebeu mais de 4 mil denúncias de abuso infantil em todo o Brasil. Se você souber de alguém ou estiver passando por isso, denuncie!