Ao invés de brincar, menino decide fazer companhia a policial que jantava sozinho

Atitude de Oliver Navejar, de 5 anos, surpreendeu e emocionou sua mãe

Categorias

Compartilhe

Qualquer criança iria aproveitar a oportunidade de uma tarde divertida brincando no parque de diversões de um shopping center, mas Oliver Navejar, de 5 anos, decidiu que queria fazer outra coisa. O menino, de Nebraska, Estados Unidos, surpreender sua mãe, Danielle, ao deixar o parque de diversões do shopping e se dirigir à praça de alimentação, para fazer companhia a um policial que jantava sozinho.

Oliver passou os 45 minutos seguintes conversando com seu novo amigo da polícia. Enquanto isso, Danielle diz que estava tão cheia de orgulho e inspiração que mal podia pedir comida para o filho porque estava muito emocionada. E William Klees, o policial que acabava de ganhar um novo amigo, realmente teve uma noite mais alegre na companhia da criança.

Oliver Navejar conversando com o policial William Klees, em registro feito pela mãe do menino (Foto: Reprodução/Facebook)

“Foi realmente o grande destaque de seu dia, porque, você sabe, ele realmente não consegue ter essas boas conversas. Acho que realmente significou muito para os dois”, disse a mãe, Danielle Navejar, em entrevista à emissora de TV americana WOWT.

Após o episódio, Danielle compartilhou sua história nas redes sociais, com uma foto da dupla de amigos. O post teve mais de 500 compartilhamentos. “Esta noite eu vi os olhos de Oliver se iluminarem como nunca antes. Estávamos no shopping e ele estava no meio da brincadeira quando vi seus olhos mudarem para algo atrás de mim. Eu perguntei o que era e ele disse ‘mamãe, aquele policial está sentado sozinho’. Eu disse que sim, ele está. Você pode pedir para sentar com ele, se quiser. Sem hesitar, ele correu e disse: ‘senhor, por favor, posso sentar com você’? Eles conversaram por mais de 45 minutos e isso fez o ano de Oliver. Muito obrigado oficial Klees!”, escreveu a orgulhosa mãe.

Bebê homenageado
Outra história que emocionou a internet nesta semana foi o bebê de apenas 1 ano de 9 meses que recebeu uma medalha em homenagem ao seu pai, o bombeiro Geoffrey Keaton. O homem é um dos voluntários que perderam a vida enquanto combatiam o fogo que está atingindo a Austrália nos últimos dias. O bombeiro tinha 32 anos e morreu no dia 19 de dezembro, após o caminhão onde estava atingir uma árvore em chamas.

O funeral foi realizado e durante a cerimônia a homenagem foi feita. Usando uma chupeta, o pequeno Harvey recebeu a honraria por seu pai. O momento foi fotografado e divulgado pelo Serviço Rural de Bombeiros da Nova Gales. Na imagem, o comissário Shene Fitzsimmons aparece colocando o objeto no filho do voluntário. O bombeiro recebeu o mérito por “Bravura” e “Serviços Extraordinários”.