Vídeo: Karina Bacchi revela resultado de gravidez

A apresentadora se emociona ao falar sobre o resultado da tentativa por fertilização in vitro

Categorias

Compartilhe

Karina Bacchi, 43, revelou neste domingo (15), no reality show “Família Bacchi”, o resultado da tentativa por fertilização in vitro. Infelizmente, a resposta foi negativa, e a apresentadora se emociona muito ao falar sobre a situação. “Eu tinha muita esperança nessa tentativa, nesse ciclo, tinha certeza que ia dar certo. Tinha até uma intuição de mulher. É um desgaste emocional muito grande. Estamos há um ano tentando, desde que a gente casou”, desabafou Karina.

A apresentadora já é mãe de Enrico, de apenas dois anos, e casada com o ex-jogador de futebol, Amaury Nunes, 36, desde o ano passado. O filho de Karina é fruto de uma produção independente.

No vídeo, a médica informou ao casal que não havia embriões saudáveis. “São embriões que não dão gravidez, com alterações cromossômicas sérias”, explicou a profissional. Durante o desabafo, Amaury diz que “o processo é muito complexo. É muito difícil de encontras palavras em um momento triste e delicado desse, porque a gente criou essa expectativa de que fosse dar certo. Mas no fundo ela (médica) deixou uma esperança que talvez a gente possa tentar de novo”.

A influenciadora digital disse que ainda tem esperança em aumentar a família. “Quero muito dar um irmãozinho para o Enrico. E quero muito que o Amaury tenha essa experiência de esperar um filho”, completou.

-Publicidade-

Fertilização in vitro

Em entrevista a Pais&Filhos, a Dra. Melissa Cavagnoli, especialista em reprodução assistida da Huntington Medicina Reprodutiva, disse que a fertilização in vitro é um processo em que a origem da vida acontece fora do corpo da mãe. Ela disse que o procedimento é indicado quando as tubas uterinas são obstruídas, impedindo a fertilização natural. Casos de endometriose profunda, idade mais avançada da mulher, homens com alteração no sêmen, ovário policístico e possíveis alterações genéticas que podem ser transmitidas a criança, também recomenda-se o processo da fertilização in vitro.

O procedimento é realizado em cinco etapas. Primeiramente, a mulher recebe uma medicação, por meio de injeções diárias à base dos hormônios utilizados no procedimento da inseminação, para estimular o crescimento de mais de um óvulo por ciclo menstrual. Em seguida, os óvulos são aspirados por uma agulha e colocados em uma substância repleta de nutrientes a fim de mantê-los vivos no laboratório. Os espermatozóides são adicionados aos gametas femininos com a intenção de que um deles consiga fecundar o óvulo.

Realizada a fertilização, o embrião deve ser mantido em uma estufa para dar início a divisão celular. Se o resultado for positivo, depois de cinco dias o embrião é colocado no útero da mulher. De acordo com a médica, se dois embriões forem transferidos para o útero, a chance do procedimento ser bem sucedido é de 55%.