Vídeo: Fernanda Lima conta sobre amamentação dos filhos

A apresentadora convidou Márcia Dias Zani, que é pediatra da filha, para realizar uma conversa sobre amamentação em seu IGTV

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • A famosa voltou ao Instagram para falar sobre a filha, mas de um modo diferente
  • A apresentadora convidou Márcia Dias Zani, que é pediatra da menina, para realizar uma conversa sobre amamentação em seu IGTV
  • A ideia da famosa parece ser muito interessante e, segundo ela, o assunto renderá mais vídeos

Fernanda Lima já encantou seus seguidores diversas vezes com fotos mostrando o rostinho da pequena Maria Manoela. Agora, a famosa voltou ao Instagram para falar sobre a filha, mas de um modo diferente. A apresentadora convidou Márcia Dias Zani, que é pediatra da menina, para realizar uma conversa sobre amamentação em seu IGTV.

Fernanda Lima e a pediatra Márcia Dias Zani (Foto: Reprodução/Instagram/@fernandalimaoficial)

A ideia da famosa parece ser muito interessante e, segundo ela, o assunto renderá mais vídeos. O segundo ainda será sobre aleitamento materno. Já o terceiro e último, será sobre puerpério. O primeiro episódio já foi postado e as apresentadoras aparecem sentadas em uma mesa, de um modo bem espontâneo. Para assistir o vídeo, clique aqui.

Quando as duas estavam prontas para comentar sobre o tema, a primogênita começou a chorar e a artista pede para trazê-la, pois lembra que está na hora de amamentar. Antes de colocar Maria no colo, a apresentadora deu um conselho para as mães. A primeira dica para quem vai amamentar é uma blusa de botão.

Enquanto amamentava a filha, ela perguntou à pediatra se ela gostaria de começar a dar outros conselhos para as mamães do outro lado da câmera, já que o contexto estava acontecendo na prática. “Amamentar é uma coisa que precisa de três fatores importantes: pega, posição e postura. Aqui, vocês estão vendo que a Maria está de frente para a Fernanda, os bracinhos estão abertos, o peito está aqui na frente. Ela está alinhada. Ela não está mamando de lado, porque bebê que mama de lado não pega direito o peito. E se não pegar direito o peito, não ordenha adequadamente a mama”, disse a pediatra.

Ela também aproveitou o momento para explicar como a boca do bebê deve ficar posicionada. “A Fernanda também está posicionando o peito bem de frente para a boquinha dela, com boquinha de peixinho, beicinho para fora, principalmente o de baixo porque é o queixo que ordenha a mama”.

Com diversas dicas, a profissional contou que o posicionamento certo é muito importante para que não ocorra as “mamadas infinitas”, quando a criança parece estar sugando o peito, mas não está engolindo. Fernanda aproveitou o momento para explicar que já entendia bastante sobre esse assunto, pois tal acontecimento era recorrente na amamentação dos gêmeos João e Francisco, de 11 anos. Ela também comentou que, agora, tem sido bem diferente.

“Na minha primeira amamentação dos gêmeos, e tudo bem que gêmeos é mais difícil, a demanda é quase que simultânea (fica uma cabeça para um lado, uma cabeça para o outro), eu passei um perrengue porque eu me machuquei muito logo no início. Feriu meu peito. Eu botava aquele biquinho de silicone, aí o cachorro comia o biquinho de silicone. Eu enlouquecia, e meu peito cheio de leite. Os nenéns choravam muito. Foi muito diferente. Apesar de a gente estar suando aqui, e agora, ela está mamando demais, eu estou conseguindo curtir a amamentação”. Ela completou ao dizer que a experiência com Maria não é tão dolorida como acontecia com os outros dois filhos. Dessa forma, a amamentação deixou de ser uma obrigação e passou a ser um momento especial para ambas.