Simone planeja nova gravidez, mas se preocupa com a balança

A artista está passando por um processo importante para futura gestação

Categorias

Compartilhe

Após crise de choro no Instagram em que revelou ter dificuldades para emagrecer, Simone, da dupla com Simaria, procurou ajuda médica para poder engravidar. Para que a segunda gestação da sertaneja ocorra, a artista terá que perder peso. “Tinha algumas taxas alteradas. Para que eu engravide com saúde, tive que procurar ajuda médica. Estou fazendo tratamento com um médico que é ginecologista e obstetra. Ele está acompanhando todos meus exames”, disse em entrevista ao UOL.

A cantora de 37 anos, que já é mãe de Henry, de 5 anos, fruto do seu casamento com Kaká Diniz quer engravidar novamente. Dessa vez, resolveu fazer acompanhamento com a coach, Mayra Cardi. O médico responsável pelo caso é o Doutor Claudio Ferrarezi e, desde o início, ele está assistindo a modulação da sertaneja para que ela tenha um corpo bem estruturado para receber o bebê.

Simone, o marido Kaká Diniz e o filho (Foto: Reprodução Instagram)

A artista afirmou que estava pesando 70 kg e para uma pessoa de 1,52 metro é muita coisa e estava caminhando para obesidade. Simone relatou que sua alimentação ocorria de maneira inadequada e que tinha dificuldades para ir ao banheiro. Por causa disso, ela precisou fazer mudanças no cardápio e evitar alimentos que inflamavam a flora intestinal. A sertaneja disse ainda que começou a consumir vitamina D e dormir melhor. Consumir alimentos naturais e saudáveis previne a carência de vitaminas, essenciais para a boa saúde da mãe e do futuro bebê. Muitas vezes as mulheres precisam de vitamina B9 antes de engravidar. Uma alimentação saudável e consumo de nutrientes são fundamentais para um bom desenvolvimento gestacional.

Engravidar com o peso ideal é o mais aconselhado. A mulher que está em sobrepeso e perde 10%  tem mais chances de conceber, além da diminuição de os riscos de hipertensão e obesidade. A atividade física também tem efeitos em mulheres que desejam engravidar e os exercícios também contribuem para quem deseja ter um parto normal. “Favorecem a manutenção do peso adequado, a saúde do sistema cardiovascular, os desequilíbrios metabólicos e endocrinológicos —como a resistência à insulina, quadro que diminui a fertilidade e está relacionado com situações de abortamento”, explica Alessandro Scapinelli, ginecologista membro da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo.

-Publicidade-

O sono, uma parte da mitocôndria e do seu metabolismo, e a sua tireoide são os quatros pontos que dificultam o emagrecimento de Simone. De acordo com Mayra, além disso, os remédios que a cantora tomava para emagrecer, destruíram parte intestinal e metabólica. “O remédio emagrece qualquer pessoa, mas não é saudável. E quando para de tomar, volta. O caso dela é difícil porque como ela maltratou o corpo dela, de certa forma com esses remédios de emagrecimento, o corpo dela não responde da mesma forma”.

Coach Mayra Cardi (Foto: Reprodução Instagram)

Entretanto, o processo, pelo qual a cantora está passando, não é apenas para emagrecimento. “Quando ela entrou, entrou para olhar a saúde dela, o emagrecimento é uma consequência, é uma resposta do corpo dela que a saúde tá tudo ok, mas a saúde é o que mais importa. Até mesmo porque, como ela já falou, ela vai ser mãe uma segunda vez, então a gente foi em nome do Crie Você, empresa direcionada para gestantes e mães. E uma das exigências da modulação epigenética é o emagrecimento, porque uma mãe precisa estar saudável para conceber a melhor saúde para seu filho.”, explicou Mayra em sua no Instagram.