Príncipe Harry diz que não se arrepende da saída real porque quer proteger sua família

Durante um discurso, ele admitiu que não queria que a esposa e o filho vivessem o mesmo que ele quando era criança

Categorias

Compartilhe

Resumo da Notícia

  • O Príncipe Harry revelou detalhes sobre sua decisão de se afastar da vida real
  • Essa foi a primeira aparição do casal após o anúncio de que se afastariam
  • Embora tenha sido muito difícil para ele e Meghan, ele não se arrepende da decisão de deixar a realeza, porque ele quer proteger sua família

O Príncipe Harry revelou detalhes sobre sua decisão de se afastar da vida real. Essa foi a primeira aparição do casal após o anúncio de que se afastariam. Ele comentou que embora tenha sido muito difícil para ele e Meghan, não se arrepende da decisão de deixar a realeza, porque ele quer proteger sua família.

Harry com o filho, Archie, e a esposa, Meghan (Foto: Reprodução/Instagram/@meghanmarkle_official)

“Ele não quer que Meghan e seu filho, Archie, passem pelo mesmo que ele quando era criança”, disse uma fonte sobre o discurso da realeza. O evento foi privado e aconteceu em Miami na última quinta-feira (6). Uma amiga íntima da família, Gayle King, teria apresentado Meghan à multidão para que a duquesa de Sussex dissesse algumas palavras sobre seu amor pelo marido antes de seu discurso. Acredita-se que o casal tenha ficado na casa de uma amiga de Meghan, Serena Williams, nas proximidades de Palm Beach.

Além disso, o Príncipe também contou sobre o profundo impacto que a morte de sua mãe, a princesa Diana, teve sobre ele.  “Harry falou sobre saúde mental e como ele está em terapia nos últimos anos para tentar superar o trauma de perder a mãe”, acrescentou a fonte.

“Ele disse sobre como os eventos de sua infância o afetaram e que ele está conversando com um profissional de saúde mental”. Em um discurso de 19 de janeiro, poucos dias depois que ele e Meghan fizeram o anúncio, Harry abordou o recente acordo do casal com a rainha Elizabeth sobre sua saída da família real.

-Publicidade-

“Sinto uma grande tristeza por ter chegado a isso. A decisão que tomei para que minha esposa e eu recuássemos não é uma que tomei de um dia para o outro. Foram meses de conversas, depois de muitos anos de desafios ”, contou. “E eu sei que nem sempre entendi direito, mas no que diz respeito a isso, realmente não havia outra opção. O que quero esclarecer é que não estamos indo embora, e certamente não estamos indo embora de vocês”.

Ele acrescentou ao dizer que tinham esperança de que eles continuariam servindo à rainha, a Commonwelth (organização intergovernamental) e a todas as associações militares, mas sem financiamento público. “Infelizmente, isso não foi possível. Aceitei isso, sabendo que não mudará quem eu sou ou como estou comprometido”.

Meghan e Harry estão atualmente morando na Ilha Vancouver, no Canadá, com seu filho Archie, de 9 meses, e planejam passar um tempo na cidade natal da esposa, em Los Angeles, neste verão. “Eles adoram estar no Canadá, mas também procuram casas em Los Angeles”, disse uma fonte à revista People.